Método de Winkler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

É um método para medir o oxigênio dissolvido em líquidos - em geral, a água. Este método é muito utilizado para determinação de oxigênio em efluentes ou afluentes.

História[editar | editar código-fonte]

O método foi desenvolvido por L. W. Winkler (1863–1939)[1] , nascido em Budapeste[2].

Princípio[editar | editar código-fonte]

O método depende da oxidação do hidróxido manganoso (manganês bivalente) pelo oxigênio dissolvido na água, resultando na formação de um composto tetravalente. Quando a água contendo o composto tetravalente é acidificada, iodo é liberado a partir da oxidação do iodeto de potássio (ou de sódio). O iodo é equivalente quimicamente a quantidade de oxigênio dissolvido presente na amostra e é determinado por titulação com uma solução padrão de tiossulfato de sódio.[1]

Referências

  1. a b Química Ambiental 2. Ji-Paraná: Fundação Universidade Federal de Rondônia 
  2. Schulek, E. (1 de maio de 1963). «L.W. Winkler (1863–1939)». Talanta. 10 (5): 423–428. doi:10.1016/0039-9140(63)80047-8 
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.