Möðruvallabók

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Möðruvallabók
Manuscrito medieval islandês
Página do manuscrito Möðruvallabók
País  Islândia
Linha temporal Séc. XIV
Localização espacial Islândia
Formato Manuscrito

O Möðruvallabók – também designado por AM 132 fol no Arnamagnæan Codex - é um manuscrito medieval islandês do séc. XIV, escrito em pergaminho do tipo papel velino. [1][2]
Com as suas 189 páginas, é a maior coletânea de sagas islandesas da Idade Média, contendo as seguintes 11 sagas: [1] [3] [4]


Este manuscrito, original da Islândia, foi levado para a Dinamarca em 1684, sendo mais tarde incorporado no espólio do Instituto Arnamagnæan. Em 1974 foi dividido numa parte dinamarquesa e numa parte islandeesa, tendo esta última parte sido devolvida à Islândia, onde está guardada no Instituto Árni Magnússon em Reiquiavique. [1][5]

Referências

  1. a b c Hallvard Magerøy. «Möðruvallabók» (em norueguês). Store Norske Leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa. Consultado em 11 de maio de 2015 
  2. «Möðruvallabók» (em islandês). The Árni Magnússon Institute for Icelandic Studies. Consultado em 11 de maio de 2015 
  3. «AM 132 fol.» (em inglês e islandês). National and University Library of Iceland - Handrit.is. Consultado em 11 de maio de 2015 
  4. Karlsson, Gunnar (2000). «Islänningasagorna». Islands historia i korta drag (em sueco). Reiquiavique: Forlagið. p. 14. 79 páginas. ISBN 978-9979-3-3156-8 
  5. «The Árni Magnússon Institute for Icelandic Studies» (em inglês). The Árni Magnússon Institute for Icelandic Studies. Consultado em 11 de maio de 2015 

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Hallvard Magerøy. «Möðruvallabók» (em norueguês). Store Norske Leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa. Consultado em 11 de maio de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]