Magan Ulé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Magan Ulé Uatara foi um nobre africano mandinga do século XVIII, fagama de Congue entre 1749 e 1809.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Em data incerta, uma força combinado liderada por ele e Querê Mori (r. 1742/1745–1749), filho de Secu Uatara (r. 1710–1742/1745) sofreu severa derrota contra a vila de Dandé.[2] Durante seu reinado, precisou suprimir com violência revoltas dos povos sujeitos a autoridade de Congue.[3] Apesar disso, em seu longo reinado os diúlas afirmaram seu controle sobre Congue graças a uma cavalaria rápida armada com rifles.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Querê Mori
Fagama de Congue
17491809
Sucedido por
Diori Uatara

Referências

  1. Izard 2010, p. 425.
  2. Şaul 1998, p. 549.
  3. Izard 2010, p. 425-426.
  4. CLEF 1990, p. 12.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Littérature du Burkina Faso. CLEF. 1990 
  • Izard, M.; Ki-Zerbo, J. (2010). «Cap. XII - Do Níger ao Volta». In: Ogot, Bet Hwell Allan. História Geral da África – Vol. V – África do século XVI ao XVIII. São Carlos; Brasília: Universidade Federal de São Carlos 
  • Şaul, Mahir (1998). «The War Houses of the Watara in West Africa». The International Journal of African Historical Studies. 31 (3): 537-570