Marmita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As marmitas, também chamadas quentinhas,[1][2] são as pequenas porções de comida levadas pelos trabalhadores brasileiros em potes ou embalagens metálicas, às vezes de forma improvisada, e também o nome das refeições servidas nos presídios do sistema carcerário brasileiro.

Além disso, as marmitas se tornaram uma oportunidade de renda para muitas famílias brasileiras. Devido ao grande número de pessoas comendo fora de casa, as quentinhas acabaram tendo uma boa procura e gerando renda para muita gente que estava desempregada durante o período de crise.

Em muitos casos, as marmitas são preparadas na própria cozinha de casa, utilizando utensílios básicos. A partir dessa produção é entregue diariamente para estudantes, são fornecidas para empresas (principalmente no ramo da construção civil) e também para famílias que passaram a se alimentar fora de casa.

Alimentos em cada marmita[editar | editar código-fonte]

Os alimentos servidos em cada marmita costumam variar de acordo o gosto de cada pessoa, mas geralmente são alimentos tradicionais da culinária brasileira. O que não costuma faltar é o arroz e feijão, mas as marmitas também costumam ser compostas por algum tipo de carne, verduras, legumes e massa.

Quem trabalha vendendo esse tipo de produto, costuma disponibilizar um cardápio de marmitex, por exemplo, para que seus clientes possam acompanhar o que será servido durante a semana. Essa é uma forma das pessoas se alimentarem semanalmente com alimentos variados, porém em alguns casos é oferecido também a possibilidade de personalizar a própria marmita com os alimentos que quer consumir durante toda a semana.

Referências

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.