Mazatecas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Os Mazatecas são um povo indígena de uma região do estado de Oaxaca, no sul do México, situada junto à fronteira com os estados de Puebla e Veracruz. Estão ligados aos Mixtecas e Otomís.

Esta designação vem da sua relativa proximidade a Mazatlán, tendo sido assim chamados pelos exploradores espanhóis. A palavra "Mazatlán" é um nome Nahuatl que significa "lugar dos veados".

São um povo humilde, referindo-se frequentemente a si mesmos como tal.

Os Mazatecas são conhecidos pelo cultivo e uso tradicional de uma espécie de salva, a Salvia divinorum (ou salva dos adivinhos) bem como de cogumelos alucinógenos do género Psilocybe.

Os Mazatecas falam o Mazateca, uma língua da família Popoloca-Mazateca.

Tradições religiosas e rituais[editar | editar código-fonte]

A tradição Mazateca inclui o cultivo de enteógenos para uso espiritual e ritual. Plantas e fungos usados ​​para essa finalidade incluem cogumelos psilocibinos, sementes de ipomeia psicoativas (de espécies como Ipomoea tricolor e Turbina corymbosa) e, talvez, o mais significativo para os mazatecas, Salvia divinorum. Esta última planta é conhecida pelos xamãs Mazatecas como a Ska María Pastora, o nome que contém uma referência à Virgem Maria.

Hoje também exitem muitos mazatecas que são católicos, por causa dos espanhóis, mas a religião tradicional ainda existe.

Língua mazatec[editar | editar código-fonte]

O mazatec é uma língua falada pelos mazatecas, com tons, mudança no significado se a voz for normal ou ''rangente'' entre outras coisas do tipo, além da língua de assobios, que só encontrada na língua indígena brasileira pirahã e na ilha de La Gomera na Espanha.