Mercador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mercador é uma pessoa ou "Homem de negócios"[1] que tratava ou comercializava com géneros negociáveis, ou seja, bens ou mercadorias.

É um termo praticamente obsoleto que foi substituído pelos termos comerciante, distribuidor ou até mesmo vendedor.

Anteriormente, de acordo com a lei marítima e comercial, se denominava mercador o:

Tipos de mercadores[editar | editar código-fonte]

Havia diferentes tipos de mercadores como, por exemplo, os seguintes:

  • mercador caixeiro: que comprava os géneros em bruto, os trabalhava e os embarcava ou vendia;
  • mercador de rua: que atraía compradores, na via pública, para sua loja todos os dias (hoje designado retalhista);
  • mercador de grosso: que comercializava em géneros por atacado (hoje designado grossista).

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Fonte[editar | editar código-fonte]