Metaficção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Metaficção é, no seu significado original, um tipo de texto que revela propositadamente os mecanismos da produção de uma obra literária. Por extenção e em uso mais recente, serve para designar outras formas de expressão artítica.

Inicialmente o termo é usado em referência a textos de literatura mordenista e pós-modernista, embora seja adequado para designar obras como As Mil e Uma Noites, Dom Quixote (de Cervantes) ou a Os Contos da Cantuária (de Chaucer). No teatro, é uma representação que não deixa o público esquecer de que está assistindo a uma peça. O termo é usado também na literatura do cinema. A metaficção, em qualquer dos casos, identifica-se como forma de expressão que induz o espectador a perceber que está perante uma obra fictícia.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hutcheon, Linda, Narcissistic Narrative. The Metafictional Paradox, Routledge 1984, ISBN 0-415-06567-4
  • Waugh, Patricia, Metafiction. The Theory and Practice of Self-conscious Fiction, Routledge 1988, ISBN 0-415-03006-4
Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.