Mote

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outro significado para mote, veja Mote (desambiguação).

Mote é o verso ou conjunto de versos que é utilizado como desafio poético, para criação de uma composição poética como a glosa ou o vilancico.

O mote repete-se e faz parte da composição que lhe responde[1],[2]

Composto por um ou mais versos (frequentemente dois versos), pode aparecer em posições diferentes na estrofe de resposta.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Neste poema do poeta popular Calafate pode ver-se um bom exemplo da aplicação do mote.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. CAMPOS, Geir. Pequeno dicionário de arte poética. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1960.
  2. RAPOSO, Alvacir, in CAVALCANTI, Carlos; CAMELO, Paulo; DINELLI, Rosa Lia. Tresafio. Recife: Paulo Camelo, 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.