Naghol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Um rapaz prestes a saltar

Naghol é um esporte radical praticado pelos rapazes da Ilha de Pentecostes, em Vanuatu, como uma espécie de prova de iniciação. Os rapazes que habitam esta ilha entregam-se anualmente a este rito do salto para passarem ser considerados adultos.[1]

Considerado o inspirador do Bungee jumping[2], o Naghol é um verdadeiro "mergulho na terra". Preparados desde a adolescência para o ritual, os melanésios se jogam do alto de uma torre de madeira de 30 metros, semelhante a um andaime, amarrados pelos tornozelos a um tipo especial de cipó - talvez por influência da umidade maior nessa época do ano, a planta se torna elástica. Ao pular, seus cabelos devem "varrer" o chão (que é revolvido para suavizar o impacto[3]) para garantir a fertilidade do solo.[4]

Hoje em dia, a tradição do Naghol é uma atração turística, atraindo visitantes de toda a parte do mundo.

Segundo o Guinness Book, a força G sofrida por aqueles que pulam da parte mais alta da plataforma é a mais forte entre todos os equipamentos não-industrializados criados pelo homem.[5]

Origem[editar | editar código-fonte]

A origem do Naghol é descrita em uma lenda de uma mulher que estava insatisfeita com seu marido, chamado Tamalie[6], que era muito vigoroso em seu ato sexual, e por isso ela fugiu para a floresta[6]. O marido seguiu-a, então ela subiu em uma figueira. Tamalie subiu a árvore atras dela, e para fugir, ela amarrou cipós nos seus tornozelos e pulou. Seu marido saltou atrás dela, mas por não ter amarrado cipós em seus pés, seu salto foi mortal.[6]

Assim, desde então os homens desta ilha realizam o mergulho anualmente como um ritual para não serem enganados novamente. [7] Embora não seja obrigado a mergulhar, aqueles que fazem o salto são reverenciados na comunidade e vistos como verdadeiros guerreiros. Afinal, mergulhar significa sacrificar sua vida para a tribo. Meninos em torno de sete e oito saltam, passam a ser considerados homens depois que sobrevivem à queda.

Além disso, acredita-se que um salto bem feito garante que a safra do ano de inhame será bem sucedida: quanto maior o mergulho, melhor será a colheita.

Na Mídia[editar | editar código-fonte]

  • No dia 28 de fevereiro de 2016, o programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, o Nagol foi o primeiro esporte citado (e explorado) na série de reportagens intitulada "Jogos do Mundo".[8]

Referências

  1. super.abril.com.br/ Pular de um bungee- jump roots - Naghol (Ilha de Pentecostes, Vanuatu)
  2. mulher.com.br/ Vanuatu: é improvável, mas real
  3. redbull.com/br/ Os festivais mais insanos do planeta
  4. zdl.presskit.com.br/ Vanuatu, a Terra eterna do povo mais feliz do mundo
  5. MacClancy 1998, p. xviii
  6. a b c Jolly 1994, p. 134
  7. Müller 1970
  8. globoesporte.globo.com/ Jogos do Mundo: Em Vanuatu, nativos praticam Nagol, o avô do bungee-jump

Links externos[editar | editar código-fonte]