Negação plausível

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Negação plausível (em inglês: plausible deniability) é um termo criado pela CIA durante o governo de John F. Kennedy para descrever o poder que a instituição tem para negar qualquer envolvimento com escândalos durante a sua administração.[1] [2]

Em uma negação plausível, todo escândalo ocorre por conta do agente, livrando os superiores da culpa pelo incidente.[3] [4] [5] [6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Charles Babbage (1864). Longman; et al., : . Passages from the Life of a Philosopher (em inglês) (Londres: W. Clowes and Sons). p. 261-262. 
  2. Church Committee Reports United States Senate Select Committee to Study Governmental Operations with Respect to Intelligence Activities. II. Section B Covert Action as a Vehicle for Foreign Policy Implementation Senate [S.l.] 20 de novembro de 1975. p. 11. 
  3. Rodney P. Carlisle (2003). The Complete Idiot's Guide to Spies and Espionage (em inglês) Alpha Books [S.l.] p. 213. ISBN 0028644182. 
  4. Howard Zinn (1991). Declarations of Independence. Cross Examining American Ideology (em inglês) Perennial [S.l.] p. 16. ISBN 0060921080. 
  5. New York Times Under Cover, or Out of Control? (em inglês). revisão de 2 livros: "The Perfect Failure" e "Covert Action" [S.l.: s.n.] 29 de novembro de 1987. p. 3. 
  6. «CIA and Assassinations: The Guatemala 1954 Documents» (em inglês). National Security Archive. Consultado em 8 de julho de 2006. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Gregory F. Treverton (1988). Covert Action: The CIA and the Limits of American Intervention in the Postwar World (em inglês) Palgrave Macmillan [S.l.] ISBN 1850430896. 
  • Bruce B. Campbell (2000). Death Squads in Global Perspective: Murder With Deniability (em inglês) Palgrave Macmillan [S.l.] ISBN 0312213654. 
  • Abram N. Shulsky; Gary James Schmitt (2002). Silent Warfare. Understanding the World of Intelligence (em inglês) [S.l.: s.n.] p. 93–94, 130–132. ISBN 1574883453. 
Ícone de esboço Este artigo sobre espionagem é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.