Nisse (folclore)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nisse.jpg

Um nisse ['nìs:ɛ] ou tomte ['tɔ`m:tɛ] é uma pequena criatura mítica do folclore escandinavo. Acredita-se que cada lar tenha um nisse. Segundo a tradição, ele protege as crianças e a casa do camponês - especialmente à noite, quando os ocupantes estão dormindo, protegendo-os também da má sorte. Os nisser são territorialistas e solitários. Costumam habitar as frestas das casas e se utilizar de objetos perdidos ou fora de uso.

Tomte é seu nome habitual, em sueco; tonttu, em finlandês; nisse em norueguês e dinamarquês. No folclore de outros países europeus, há várias personagens similares aos nisser : na Inglaterra e na Escócia, o brownie; na Nortúmbria, o hob; no West Country (sudoeste da Inglaterra), o pixie; na Alemanha, os Heinzelmännchen; nos Países Baixos, o kabouter e nos países eslavos, o domovoi. O uso, no folclore, de expressões como Nisse deus dräng faz lembrar o Robin Goodfellow (Robin Bom Companheiro), do folclore britânico.[1]

Referências

  1. «Rühs, Fredrik (Friedrich Rühs)». Biographiskt Lexicon öfver namnkunnige svenska män: R - S. 13. Upsala: Wahlström. 1847. p. 232 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Relações externas[editar | editar código-fonte]