Nupélia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura
Nupélia, NUP-UEM
Bloco G90 - Nupélia
Universidade Universidade Estadual de Maringá
Fundação 1983 (38 anos)
Tipo de instituição Núcleo de pesquisas, ensino e extensão
Localização Maringá, Paraná – Brasil

O Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupélia) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) foi criado em 1983 com o objetivo de melhorar a coordenação e apoio aos estudos de ecologia de águas interiores no âmbito da Universidade[1][2][3].

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O Núcleo possui diversos laboratórios instalados no campus sede da Universidade Estadual de Maringá e também conta com uma Base avançada de pesquisas localizada na cidade de Porto Rico às margens do Rio Paraná, a 170km do campus sede, que possibilita estudos na região da Planície de Inundação do Alto rio Paraná, o único trecho livre de barramentos do alto rio Paraná.

Pesquisa[editar | editar código-fonte]

Desde sua criação, pesquisadores do Nupélia desenvolveram estudos ictiológicos no reservatório da Usina Hidrelétrica de Itaipu[3], e desde 1995 realiza o monitoramento das macrófitas aquáticas no reservatório[4]

A partir do ano de 1999, o Núcleo faz parte do Programa de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração (PELD), realizando pesquisas e criando um banco de dados com uma série temporal de mais de uma década, possibilitando estudos deste ecossistema ao longo do tempo.

O Nupélia também realiza pesquisas no Parque do Ingá, um parque urbano da cidade de Maringá, tendo auxiliado na elaboração do Plano de Manejo do parque nos anos de 2009[carece de fontes?] e 2019 [5].

Ensino[editar | editar código-fonte]

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais (PEA-UEM) foi criado em parceria com o Nupélia com o objetivo de formar recursos humanos de alto nível na área da Ecologia para fornecer subsídios para criar medidas de manejo de ambientes alagados por barramentos e visando a melhoria da qualidade de vida das populações que ocupam essas áreas.

O programa de mestrado teve início em 1991 e o doutorado em 1992. Atualmente o Programa de Pós-Graduação possui nota 6 na Avaliação Quadrienal 2017 da CAPES.[6]

Extensão[editar | editar código-fonte]

Atividades educacionais são desenvolvidas nas instalações da Base com alunos da UEM, e professores das escolas municipal e estadual de Porto Rico e municípios vizinhos. O Programa de Pós-Graduação possui projetos de extensão com o objetivo de levar conhecimento científico à população de cidades localizadas na Planície de Inundação do Alto rio Paraná.[carece de fontes?]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Nupélia». sites.google.com. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  2. «Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupélia)». Universidade Estadual de Maringá. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  3. a b «PEA-UEM - Histórico». sites.google.com. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  4. «Macrófitas aquáticas | ITAIPU BINACIONAL». www.itaipu.gov.br. Consultado em 24 de dezembro de 2019 
  5. «Plano de Manejo no Parque do Ingá começa com coleta no lago». Prefeitura do Município de Maringá. Consultado em 24 de dezembro de 2019 
  6. «avaliacao-quadrienal». avaliacaoquadrienal.capes.gov.br. Consultado em 14 de novembro de 2019 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.