O Leão e o Rato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O leão e o rato.

O Leão e o Rato é uma fábula atribuída a Esopo, no século VI a.C.

A fábula[editar | editar código-fonte]

Em um certo dia, um pequeno rato estava passando por cima de um leão adormecido, quando ele acorda e o pega com suas garras. O rato tentou convencer o leão que de alguma forma poderia ajudá-lo. O rei dos animais lhe concedeu a liberdade, por o pequeno ratinho o ter feito rir pois como um bichinho tão pequeno como ele poderia ajudar um animal tão grande.

Certo dia, o leão caiu numa armadilha, rugiu e fez esforço para escapar. Apareceu então o rato e começou calmamente a roer as cordas da armadilha. Finalmente conseguiu libertar seu benfeitor e, assim, pagar a dívida.

Morais[editar | editar código-fonte]

  • Uma boa ação ganha outra.
  • Os pequenos amigos podem se revelar os melhores aliados.
  • Não se ache melhor que os outros pois todos são iguais…
  • "Nenhum ato de gentileza é coisa vã. Não podemos julgar a importância de um favor, pela aparência do benfeitor."