O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos
O-vendedor-de-sonhos-e-a-revolução-dos-anonimos.jpg
Capa do livro O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos.
Autor(es) Brasil Augusto Cury
Idioma Brasil Português
País Brasil Brasil
Género Ficção, Literatura Brasileira, Drama
Editora Brasil Editora Planeta
Lançamento 2009
Páginas 320
ISBN 978-8560-09-651-0
Cronologia
O Vendedor de Sonhos: O Chamado
O Semeador de Ideias

O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos é um Romance — o segundo da série O Vendedor de Sonhos — escrito por Augusto Cury. O livro[1] é uma continuação do primeiro livro da série, O Vendedor de Sonhos: O Chamado, e narra as "encrencas" em que o Mestre, e seus discípulos se metem. Foi o 10º livro mais vendido de 2009 segundo a Revista Veja[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

No novo livro da saga O Vendedor de Sonhos, o Mestre continua virando a sociedade de cabeça para baixo. Depois de sofrer perdas irreparáveis e ver seu mundo desmoronar, esse misterioso homem procura reconstruir sua vida vendendo sonhos. Seus discursos são cortantes como lâminas; suas ideias, arrebatadoras. Seus discí­pulos são baderneiros e revolucionários que transformam drama em comédia e colocam grandes ideias num circo social. O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos mostra como a trajetória de cada ser humano é admiravelmente complexa, escrita com lágrimas e júbilo, tranquilidade e ansiedade, sanidade e loucura.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver Também[editar | editar código-fonte]