Ocratoxina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estrutura química da ocratoxina A

Ocratoxina A, ocratoxina B ou ocratoxina C são um grupo de compostos tóxicos com estrutura semelhante à beta-fenilalanina com ligação amida com desidroisocumarina. Ocorre entre diversos produtos tais como: milho, sorgo, café, aveia, feijão. Foi observada pela primeira vez em 1969 por Shotwell. Suas principais ações ocorrem a nível de rins e fígado.[1]

Notas e referências

  1. OGA, Seizi. Fundamentos de Toxicologia. São Paulo: Atheneu, 1996