I Solisti Veneti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Os Solistas Vênetos)
Ir para: navegação, pesquisa

I Solisti Veneti (em português 'Os Solistas Venetos') é uma orquestra de câmara italiana.

Fundada na cidade de Pádua em 1959, por Claudio Scimone, ganhou uma grande reputação pelas suas interpretações de músicas do período barroco, fazendo muitas gravações de obras de Antonio Vivaldi, Tomaso Albinoni, Francesco Geminiani, Benedetto Marcello e Giuseppe Tartini. Os dois solistas do grupo são Giuliano Carmignola e Pieto Toso. O grupo já apresentou-se em mais de sessenta países e gravou com inúmeros artistas mundialmente renomados, como Salvatore Accardo, Placido Domingo, Jean-Pierre Rampal, Marilyn Horne, James Galway, Mstislav Rostropovich, Sviatoslav Richter, Paul Badura-Skoda e Heinz Holliger.

Formação atual[editar | editar código-fonte]

  • Maestro: Claudio Scimone.
  • Spalla: Lucio Degani.
  • Violinos: Chiara Parrini, Francesco Comisso, Kazuki Sasaki, Enzo Ligresti, Michelangelo Lentini, Matteo Ruffo, Walter Daga.
  • Violas: Giancarlo Di Vacri, Silvestro Favero.
  • Violoncelo: Gianantonio Viero, Giuseppe Barutti, Patrick Monticoli.
  • Contrabaixo: Gabriele Ragghianti.

Discografia parcial[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre orquestras é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.