Paisagem sonora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Paisagem Sonora é um conceito que tem origem na palavra inglesa "soundscape" e que se caracteriza pelo estudo e análise do universo sonoro que nos rodeia. Uma paisagem sonora é composta pelos diferentes sons que compõe um determinado ambiente, sejam esses sons de origem natural, humana, industrial ou tecnológica. O estudo de paisagens sonoras enquadra-se no âmbito da Ecologia Acústica.

O conceito paisagem sonora teve origem e definiu-se através do grupo de trabalho dirigido por R. Murray Schafer (músico, compositor, ambientalista, professor e investigador). R. Murray Shafer em conjunto com outros investigadores, como Barry Truax e Hildegard Westerkamp fundou o World Forum for Acoustic Ecology, assim como mais tarde o World Soundscape Project. Estes grupos foram responsáveis pela publicação de alguns dos documentos mais relevantes relativos ao estudo de Paisagens Sonoras e Ecologia Acústica.

Livros como "Soundscape" e "The Tuning of the World", de Shafer, ajudaram a desenvolver um sentido crítico, analítico e atento relativamente ao ambiente sónico que nos rodeia, assim como às suas sucessivas modificações no decorrer da história, principalmente à medida que as civilizações se desenvolviam industrial e tecnologicamente.

Paisagens sonoras em Portugal[editar | editar código-fonte]

Porto Sonoro[editar | editar código-fonte]

Trabalho desenvolvido em torno do património sonoro do Centro Histórico do Porto. Como património sonoro entende-se todo o tipo de evento sonoro que caracterize e descreva claramente o Centro Histórico do Porto, nomeadamente o som envolvente (o som das ruas e espaços públicos), marcos sonoros específicos (o sino de uma determinada igreja, por exemplo), elementos musicais localizados (preservação da ligação de um evento musical a um espaço específico), fonética e fonologia (identificação e significado de pronúncias e frases características).

A recolha deste património é feita com equipamento especializado para gravações de campo, sendo depois catalogada, ordenada e disponibilizada para vários projectos de cariz musical ou sociológico.

Cinco cidades[editar | editar código-fonte]

Cinco Cidades é um projecto inter-disciplinar que documenta a cultura e sons de cinco cidades portuguesas.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]