Palatinado-Simmern e Zweibrücken

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Herzogtum Pfalz-Simmern e Zweibrücken
Ducado do Palatinado-Simmern e Zweibrücken
[[Imagem:Eleitorado do Palatinado|border|30px]]
 
[[Imagem:Condado de Veldenz|border|30px]]
1410 – 1459 [[Imagem:Palatinado-Simmern|border|30px]]
 
[[Imagem:Palatinado-Zweibrücken|border|30px]]

Brasão de Simmern e Zweibrücken

Brasão

Continente Europa
Capital Simmern e Zweibrücken
Língua oficial Alemão
Governo Monarquia
Conde Palatino e Duque do Palatinado-Simmern e Zweibrücken
 • 1410-1459 Estêvão
História
 • 1410 Desmembrado do Eleitorado do Palatinado
 • 1459 Partição em 2 ducados (Simmern e Zweibrücken)
Membro de: Sacro-Império

O Ducado do Palatinado- Simmern e Zweibrücken (em alemão: Hertzogtum Pfalz-Simmern und Zweibrücken), ou simplesmente Palatinado-Simmern e Zweibrücken foi um estado do Sacro Império Romano-Germânico, criado em 1410, e baseado em Simmern e Zweibrücken, na atual estado alemão da Renânia-Palatinado.

História[editar | editar código-fonte]

O Palatinado-Simmern e Zweibrücken existiu, enquanto estado autónomo no seio do Sacro-Império, na sequência da morte de Ruperto III, Eleitor Palatino, em 1410, e da partilha dos territórios entre os 4 filhos: Luís III recebeu o Eleitorado do Palatinado; João recebeu o Palatinado-Neumarkt; Otão recebeu o Palatinado-Mosbach; e Estêvão recebeu Simmern e Zweibrücken

Em 1444 o Condado de Veldenz foi adicionado aos estados (por herança de sua mulher Ana de Veldenz) e, mais tarde, nesse mesmo ano, Estêvão partilhou também os seus estados pelos dois filhos: Frederico (que recebeu Simmern) e Luís (que recebeu Zweibrücken e o contado de Veldenz).

Em 1448 herdou medade dos territories do Palatinado-Neumarkt mas logo os vendeu ao Palatinado-Mosbach.

Árvore Genealógica[editar | editar código-fonte]

 (em construção)







Soberanos do Palatinado-Simmern e Zweibrücken[editar | editar código-fonte]

Título[editar | editar código-fonte]

O título dos soberanos era Conde palatino no Reno e Duque de Simmern e Zweibrücken (em alemão: Pfalzgraf bei Rhein und Herzog von Simmern und Zweibrücken). Na sua qualidade de membros de um ramo colateral da família do Príncipe-Eleitor do Palatinado, os soberanos usavam o título Conde Palatino (no Reno[1]).

Lista de Duques[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. onde se localizava o Eleitorado do Palatinado

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • (em alemão) Orlop, Nikolaus - Von Garibald bis Ludwig III. - Verlag Heinrich Hugeldubel, Munique, 1979. ISBN 3-88034-032-3