Partícula de reconhecimento de sinal (PRS)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto(desde maio de 2018).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e direta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Partícula de Reconhecimento de Sinal (PRS) é uma das moléculas da rota de secreção de proteínas sintetizadas pelas células. Essa partícula é formada por seis polipeptídeos diferentes mais uma molécula de RNA resultando em um complexo de 325 kDa. Esse complexo ao se ligar ao peptídeo sinal e ao ribossomo causa uma alteração conformacional, ocasionando uma interrupção do polipeptídeo em síntese. Essa interrupção impede a liberação para o citosol de proteínas destinadas ao Retículo Endoplasmático (RE), também é capaz de prevenir dobramentos prematuros da proteína. O complexo PRS-ribossomo se associa ao receptor de PRS presente na superfície do Retículo Endoplasmático Rugoso (RER) com o translocon, que é um poro na membrana do RE por onde o peptídeo recém originado passa. A ligação de PRS e seu receptor resulta em mudanças conformacionais, dissociando o complexo PRS e seu receptor,  assim como, o do complexo ribossomo-translocon devido à hidrólise mútua de GTPs a GDP[1].

Referências

  1. VOET, Donald; VOET, Judith. Bioquímica. Porto Alegre: Artmed, 2013.