Pasta nuclear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Em astrofísica, designa-se pasta nuclear a um tipo de matéria degenerada que pode ser encontrada na crosta de estrelas de nêutrons. Entre a superfície de uma estrela de nêutrons e o plasma de quarks e gluões encontrado mais no centro, a densidades de 1014 g/cm3, as forças de atracção nuclear e repulsiva de Coulomb são de magnitude semelhante. A competição entre as forças permite a formação de uma variedade de estruturas complexas, agregadas a partir de neutrões e protões. Os astrofísicos chamam estas estruturas de pasta nuclear devido ao facto de a geometria das mesmas se assemelhar a diversos tipos de massas alimentícias. [1] [2]

Referências

  1. Pons, José A.; Viganò, Daniele; Rea, Nanda (2013). «Too much "pasta" for pulsars to spin down». Nature Physics. 9 (7): 431–434. arXiv:1304.6546Acessível livremente. doi:10.1038/nphys2640 
  2. Reagan, David. «Visualizations of Nuclear Pasta». Advanced Visualization Lab, Research Technologies, Indiana University. Consultado em 28 de junho de 2013. Arquivado do original em 4 de setembro de 2013 

Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; refs sem parâmetro de nome devem ter conteúdo associado