Payback (economia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados, veja Payback (desambiguação).

Payback é um indicador do tempo de retorno de um investimento e um método de tomada de decisões que considera o tempo para obtenção dos valores e o montante que deverá ser retirado dos caixas.[1]

Tipos[editar | editar código-fonte]

Existem dois tipos de payback: o simples e o descontado.[1]

Simples[editar | editar código-fonte]

Payback simples é definido como o número de períodos (anos, meses, semanas etc.) para se recuperar o investimento inicial e é calculado ao somar os valores dos fluxos de caixa auferidos, período a período, até que essa soma se iguale ao valor do investimento inicial.[2]

Descontado[editar | editar código-fonte]

Payback descontado é calculado a partir do fluxo de caixa, do resultado entre a receita e as despesas. Mas acrescenta-se então ao cálculo uma taxa de desconto que irá fazer a correção dos valores pelo período.[1] Essa taxa, geralmente, é a taxa mínima de atratividade (TMA).[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Payback». Dicionário Financeiro. Consultado em 23 de maio de 2020 
  2. a b Prates, Wlademir (4 de maio de 2016). «Qual a diferença entre payback simples e descontado?». WR|Prates. Consultado em 23 de maio de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.