Permeabilidade seletiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Permeabilidade seletiva (AO 1945: permeabilidade selectiva) é um processo fundamental para a manutenção de condições intracelulares adequadas para o funcionamento e, consequentemente, para a vida da célula e sua composição interna.[1] Atuando de maneira seletiva, determina quais são as substâncias que devem entrar e sair da célula. É evidente que a membrana celular deve permitir a entrada de substâncias responsáveis pelo crescimento, regeneração e pelas atividades vitais da célula, também regula a saída de substâncias através da secreção e da excreção. Enfim, a membrana permite que a célula mantenha equilibrado o seu meio interno independentemente das condições do meio extracelular. O meio interno deve ser adequado ao metabolismo normal de cada tipo de célula. A passagem seletiva de substâncias, através da membrana, é feita por três processos: transporte passivo, transporte ativo e transporte em quantidade.Mas a parede celular pode também ter essa "permeabilidade seletiva".

Referências

  1. Cooper, Geoffrey M.; Hausman, Robert E. (2016). A Célula: Uma Abordagem Molecular 3ª ed. Porto Alegre, RS: Artmed Editora. p. 82. ISBN 0-87893-214-3 
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.