Pesquisa básica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

[1]Pesquisa básica, também chamada pesquisa pura ou pesquisa fundamental, é uma pesquisa científica focada na melhoria de teorias científicas para melhoria da predição ou compreensão de fenômenos naturais ou de outro tipo.[2]Ela refere-se ao estudo destinado a aumentar nossa base de conhecimento científico. Muitas vezes, este tipo de pesquisa é meramente teórica, com a intenção de ampliar a compreensão de certos fenômenos ou comportamento, mas não procura resolver ou tratar esses problemas. Pesquisa aplicada, por sua vez, usa pesquisas científicas para desenvolver tecnologias ou técnicas para intervir e alterar fenômenos naturais ou de outro tipo. Apesar de frequentemente ser guiada pela curiosidade,[3] a pesquisa básica abastece as inovações da ciência aplicada.[4] As duas abordagens são frequentemente coordenadas na pesquisa e desenvolvimento.

Apesar de muitas descobertas terem sido fortuitas,[3] a ciência de descoberta busca especificamente descobertas, e, juntamente com a ciência teórica e a ciência experimental, é agora a chave da pesquisa básica, e é às vezes expressamente planejada.[5]

Exemplos de pesquisa básica na psicologia podem incluir:

  • 'Uma investigação a respeito da influência dos níveis de estresse na forma como muitas vezes os alunos participem de trapaças acadêmicas;'
  • 'Um estudo sobre como o consumo de cafeína impacta o cérebro;'
  • 'Um estudo avaliando se os homens ou as mulheres são mais propensos a sofrer de depressão.'
  • 'Um estudo buscando esclarecer a associação entre problemas emocionais/comportamentais e baixo rendimento escolar. Segundo algumas pesquisas realizadas sobre o assunto a co-ocorrência de problemas de comportamentos e baixo desempenho na escola pode ser um dos fatores responsáveis pela demanda motivada por dificuldades escolares.'

Referências

  1. http://psychology.about.com/od/bindex/g/basicres.htmLewin[ligação inativa], K. (1951). Field theory in social science: selected theoretical papers [Teoria de campo em ciência social: trabalhos teóricos selecionados]. D. Cartwright (ed.). New York, NY, EUA: Harper & Row. McBride, D. M. (2013). The process of research in psychology [O Processo de pesquisa em psicologia]. Los Angeles, LA, EUA: SAGE Publications. Stanovich, K. (2007). How to think straight about psychology [Como pensar direito sobre psicologia] (8ª Ed.). Boston, MA, EUA: Allyn & Bacon.
  2. «What is basic research?» (PDF). National Science Foundation. Consultado em 31 de maio de 2014 
  3. a b "Curiosity creates cures: The value and impact of basic research Arquivado em 20 de outubro de 2013, no Wayback Machine., National Institute of General Medical Sciences, National Institutes of Health.
  4. "ICSU position statement: The value of basic scientific research" Arquivado em 6 de maio de 2017, no Wayback Machine., International Council for Science, December 2004.
  5. Liz Karagianis - MIT Spectrum (21 de abril de 2015). «How discovery science is reinventing the world - MIT News». MIT News