Canacos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Povo kanak)
Canacos
Kanak
Flag of FLNKS.svg
Bandeira cultural da comunidade canaca, apresentando a Flèche faîtière.
Femmes kanak2.jpg
Mulheres canacas em trajes típicos (2006)
População total

111 860 (2019)

Regiões com população significativa
 Nova Caledónia 111 860 (2019) [1]
Bandera Province Sud.svg Província Sul 58 476 (2019) [2]
Drapeau Province Nord Nouvelle Calédonie.svg Província Norte 36 013 (2019) [2]
Iles-Loyauté drapeau.svg Ilhas Lealdade 17 367 (2019) [2]
Línguas
Línguas canacas, francês
Religiões

Christian cross.svg Catolicismo romano
Christian cross.svg Protestantismo

Religião étnica[3]
Etnia
Melanésios

O povo kanak,[4][5][6] (aportuguesado como canaca[7] ou canaco [8]) é um grupo étnico da melanésios da Nova Caledônia. Segundo o censo de 1996, havia 86 788 kanak na Nova Caledônia, representando 44,1% dos habitantes da ilha. Esse percentual aumenta para 90,7% nas Ilhas Lealdade e para 78,7% na província do Norte da Nova Caledônia, mas baixa para 25,7% na província do Sul, onde há grande concentração de outros povos do Pacífico e de europeus.

O termo tem sua origem na palavra do idioma havaiano «kanaka» que significa «homem» e é usado pelos polinésios, em geral, para se referirem a eles mesmos. Os navegantes e mercadores europeus generalizaram seu uso, principalmente na forma francesa «canaque»,[9] para se referir não só aos havaianos ou aos polinésios, mas também aos povos da Melanésia e Micronésia. Na Nova Caledônia o termo canaque era usado, por parte dos franceses, com conotação pejorativa. A partir da década de 1960 os movimentos independentistas da Nova Caledônia se apropriaram do termo, com a grafia kanak, e a nação kanak se converteu em Kanaky. Com cerca de trinta línguas autóctones diferentes, não existia uma denominação comum para o país e para a população melanésia da Nova Caledônia. Assim, o termo, que antes era pejorativo, hoje se utiliza com orgulho e como símbolo de reivindicação cultural e emancipação política.

Um kanak famoso é o futebolista Christian Karembeu, que jogou no Real Madrid entre 1997 e 2000.

Arte kanak[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «ISEE - Communautés». www.isee.nc. Consultado em 12 de setembro de 2022 
  2. a b c Recensement de la population 2019/ Provinces et Communes, ISEE
  3. Logan, Leanne; Cole, Geert (2001). New Caledonia. [S.l.]: Lonely Planet. pp. 38–39. ISBN 978-1-86450-202-2 
  4. Preservação das línguas Kanak do Sul da Nova Caledônia vale.com
  5. Tensão aumenta na Nova Caledônia após anúncio de venda de usina da Vale. ISTOÉ Dinheiro, 10 de dezembro de 2020
  6. Independentistas da Nova Caledônia rejeitam 'legitimidade' de referendo
  7. Paulo Correia; Direção-Geral da Tradução — Comissão Europeia (Outono de 2012). «Etnónimos, uma categoria gramatical à parte?» (PDF). Sítio Web da Direção-Geral de Tradução da Comissão Europeia no portal da União Europeia. a folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias (N.º 40): 29. ISSN 1830-7809. Consultado em 13 de janeiro de 2013 
  8. Nova Caledônia rejeita independência e continua um território francês.ISTOÉ Dinheiro/AFP, 4 de outubro de 2020.
  9. A tradição francófona registrava a forma canaque, atualmente considerada demasiadamente colonial. O acordo de Numeá (1998) previram a substituição da forma anterior pelo termo kanak, invariável.
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Canacos