Saltar para o conteúdo

Christian Karembeu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Christian Karembeu
Christian Karembeu
Karembeu em 2017
Informações pessoais
Nome completo Christian Lali Kake Karembeu[1]
Data de nascimento 3 de dezembro de 1970 (53 anos)
Local de nascimento Lifou, Nova Caledônia
Nacionalidade francês
neocaledónio
Altura 1,78 m
destro
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição volante
Clubes de juventude
1985–1988
1988–1990
Gaïtcha
Nantes
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1990–1995
1995–1997
1997–2000
2000–2001
2001–2004
2004–2005
2005
Nantes
Sampdoria
Real Madrid
Middlesbrough
Olympiacos
Servette
Bastia
00145 0000(6)
00066 0000(6)
00082 0000(4)
00036 0000(4)
00087 0000(3)
00016 0000(0)
00007 0000(0)
Seleção nacional
1992–2002 França 00053 0000(1)
Medalhas
Copa do Mundo
Ouro 1998
Eurocopa
Ouro 2000
Copa das Confederações
Ouro 2001

Christian Lali Kake Karembeu (Lifou, 3 de dezembro de 1970) é um ex-futebolista francês nascido na Nova Caledônia que atuava como volante.

Com passagem por clubes como Sampdoria e Real Madrid, além de ter defendido a Seleção Francesa, Karembeu é um dos onze jogadores que ganharam a Liga dos Campeões da UEFA e a Copa do Mundo FIFA no mesmo ano (1998). É também um dos dezessete que venceram a Eurocopa e a Liga dos Campeões no mesmo ano (2000), sendo o único presente em ambas as listas.[2]

Por conta do título da Copa do Mundo de 1998, Karembeu foi condecorado, juntamente com o restante dos jogadores campeões, a Cavaleiro da Legião de Honra pelo presidente da França.[3]

Com passagem pelas categorias de base do modesto Gaïtcha, da Nova Caledônia, Karembeu profissionalizou-se no Nantes no ano de 1990 (estava nos Canários desde 1988). Fez sua primeira aparição no banco nas quartas de final da Copa da França de 1990–91, onde o Nantes venceu o Brest.[4] Finalmente, em 4 de maio de 1991, estreou profissionalmente na primeira divisão do futebol francês contra o Auxerre. Após ser campeão da Ligue 1 na temporada 1994–95, o volante foi vendido à Sampdoria. No total pelo Nantes, atuou em 130 partidas e marcou cinco gols.

Karembeu foi negociado junto a Sampdoria por cerca de 25 milhões de francos (cerca de 4,9 milhões de euros em 2011), sendo uma das contratações mais caras do clube até então.[5]

Na equipe de Genova, integrou por duas temporadas um elenco que tinha como destaques o goleiro Walter Zenga, o lateral-direito Moreno Mannini, o zagueiro Siniša Mihajlović, os meias Alberigo Evani e Clarence Seedorf, além do atacante Roberto Mancini. No total, o francês atuou por duas temporadas e realizou mais de 60 partidas na Serie A.

Por 450 milhões de pesetas, o Real Madrid o contratou em 1997, a pedido do então treinador Jupp Heynckes.[6] Presente em dois títulos da Liga dos Campeões, o francês disputou 82 jogos pelos Merengues e marcou quatro gols.

Middlesbrough

[editar | editar código-fonte]

Em 2000, o Middlesbrough pagou 2,1 milhões de libras para adquiri-lo junto ao Real Madrid. Na Premier League o clube terminou em 14º, a oito pontos da zona de rebaixamento. Deixaria o clube em 2001.[7]

Christian Karembeu completou uma transferência de 2 milhões de libras do Middlesbrough para o Olympiacos em 17 de julho de 2001.[8]

Com o elenco do Pireu venceria a Alpha Ethniki , primeira divisão da Grécia , em 2002 e 2003, enquanto em 2004 foi vice-campeão. Ele chegaria a duas finais da Copa da Grécia, mas nunca conseguiu vencê-la.[9]

No dia 15 de fevereiro de 2005, Karembeu foi anunciado pelo Servette, sendo o primeiro jogador campeão mundial a jogar pelo time suíço.[10]

A passagem foi horrível, o belo panorama pintado pelos dirigentes do Servette logo se transformou em um pesadelo, o clube foi sancionado por dívidas e a isso se somou a falta de pagamento a Karembeu, que durou apenas cinco meses, jogou 14 jogos e deixou o clube.[11]

Bastia e aposentadoria

[editar | editar código-fonte]

Karembeu era visto com frequência na Córsega e por esse motivo que o então presidente do Bastia, Louis Multari, quis contratá-lo para ele se aposentar do clube. Mesmo com o time estando na 19ª posição, na zona de rebaixamento para a Ligue 2, Christian Karembeu aceitou a proposta. Sua passagem pelo Bastia foi testemunhal; ele mal jogou sete jogos e o time acabou sendo rebaixado para a segunda divisão. Não foi a despedida dos sonhos, mas o melhor daquele ano foi se tornar primeiro em vendas de camisas do time. Ainda assim, o experiente jogador atraiu olhares naquela triste temporada.[12]

Após não encontrar outra equipe para seguir jogando, Karembeu anunciou sua aposentadoria em outubro de 2005.[13]

Seleção Nacional

[editar | editar código-fonte]

Nascido em Lifou e radicado em território francês desde 1988, Karembeu tornou-se o segundo jogador neocaledônio a ser convocado para a Seleção Francesa principal (o primeiro foi o atacante Jacques Zimako, que disputou 13 partidas), estreando em novembro de 1992. Integrou o elenco dos Bleus que disputou as Eurocopas de 1996 (quatro jogos) e 2000 (um jogo), a Copa das Confederações de 2001 (três partidas) e a Copa de 1998 (quatro jogos). A última de suas 53 partidas com a camisa da Seleção Francesa foi contra a Escócia (5 a 0 para a França), em março de 2002. Nome certo para disputar a Copa do Mundo daquele ano, o volante acabou perdendo a convocação devido a uma lesão na virilha. A única vez que o volante balançou as redes pelos Bleus foi contra a Romênia, em 1995.

Estilo de jogo

[editar | editar código-fonte]

Descrito como um "meio-campista completo" por Paul Sarahs, do FourFourTwo, Karembeu foi um volante bidirecional fisicamente imponente, enérgico e tecnicamente talentoso , conhecido por sua variedade de passes, habilidades de drible, resistência e estilo de jogo duro.[14]

Sobre seu estilo de jogo e papel na vitória da França na final da Copa do Mundo de 1998, Michael Cox da ESPN FC descreveu-o como "um híbrido peculiar de um lateral e um meio-campista box-to-box", que "vai para cima e para baixo à direita de um meio-campo de três homens muito defensivo".[15]

Karembeu conheceu a modelo eslovaca Adriana Sklenaříková num voo de Paris para Milão em 1998. Casaram em dezembro daquele ano.[16]

Em 9 de março de 2011, em entrevista à revista francesa Paris Match, Adriana revelou que estava separando de seu marido.[17] Adriana afirmou que as causas para a separação foram as constantes exposições do casal na mídia e sua "vida agitada", bem como estar "perturbado ao ver fotografias de suas com outros homens que aparecem na imprensa e especulações de que ela tinha um amante".[18] Christian Karembeu recusou perguntas da mídia sobre o divórcio, afirmando que ele não iria comentar em público sobre sua vida privada.[19]

Christian Karembeu é o anfitrião da série de TV francesa "Des Îles et des Hommes", exibido pela Planete em 2010 e 2011, um programa de viagens, visitando seis das mais belas ilhas do mundo.

Nantes
Real Madrid
Olympiacos
França

Prêmios individuais

[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Décret du 24 juillet 1998 portant nomination à titre exceptionnel» [Decree of 24 July 1998 appointing on an exceptional basis]. Journal Officiel de la République Française (em francês). 1998 (170): 11376. 25 de julho de 1998. PREX9801916D. Consultado em 24 de agosto de 2019 
  2. «Vencedores da Champions League e do EURO». UEFA.com. 11 de julho de 2021. Consultado em 26 de setembro de 2022 
  3. «Décret du 24 juillet 1998 portant nomination à titre exceptionnel» (em francês). JORF. 25 de julho de 1998 
  4. «COUPE de FRANCE 1990-91» (em francês). fcnhisto. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  5. «Karembeu, avec Gênes et avec plaisir - La Sampdoria attend beaucoup de l'ex-défenseur nantais, et réciproquement» (em francês). Libération. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  6. «El Real Madrid ficha al francés del Sampdoria Karembeu» (em espanhol). elpais. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  7. «Christian Karembeu on Middlesbrough move and his 'naive' Manchester United and Liverpool ambition» (em inglês). gazettelive. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  8. «Karembeu leaves Boro» (em inglês). the guardian. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  9. «We can be ambitious!» (em inglês). olympiacos. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  10. «Football: Christian Karembeu signe au Servette» (em francês). rts. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  11. «Christian Karembeu. Así fue su retirada en el SC Bastia» (em espanhol). futboldesdefrancia. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  12. https://futboldesdefrancia.wordpress.com/2013/05/23/christian-karembeu-asi-fue-su-retirada-en-el-sc-bastia/
  13. «Meia francês Karembeu deixa os gramados». UOL. 13 de outubro de 2005. Consultado em 30 de abril de 2024 
  14. «Where are they now? Real Madrid's 1998 Champions League winners» (em inglês). fourfourtwo. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  15. «World Cup favourites forgoing deep-lying playmakers» (em inglês). ESPN. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  16. «Adriana Sklenarikova Karembeu Profile» (em inglês). Fashion Model Directory. Consultado em 3 de dezembro de 2013 
  17. «Exclusif. Adriana annonce sa séparation à Paris Match (Adriana announces her separation in Paris Match)» (em inglês). Paris Match. 9 de março de 2011. Consultado em 3 de dezembro de 2013 
  18. «Adriana and Christian Karembeu separate» (em inglês). France Today. 10 de março de 2011. Consultado em 3 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2015 
  19. «Adriana quitte Christian Karembeu» (em francês). France Soir. 9 de março de 2011. Consultado em 3 de dezembro de 2013 
  20. «France Champions». Consultado em 5 de maio de 2017 
  21. «France honors World Cup winners – Government gives Legion of Honor to players, coaches» (em inglês). CNN/SI. 1 de setembro de 1998. Consultado em 3 de dezembro de 2013 
  22. «Décret du 24 juillet 1998 portant nomination à titre exceptionnel» (em francês). JORF. 25 de julho de 1998. Consultado em 3 de dezembro de 2013 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Christian Karembeu