Grégory Coupet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grégory Coupet
Grégory Coupet.jpg
Informações pessoais
Nome completo Grégory Coupet
Data de nasc. 31 de dezembro de 1972 (47 anos)
Local de nasc. Le Puy-en-Velay, França
Nacionalidade francês
Altura 1,81 m
Destro
Apelido Greg, the Cougar
Informações profissionais
Equipa atual Dijon
Posição Treinador de goleiros, ex-Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
19931996
19962008
20082009
20092011
Saint-Étienne
Lyon
Atlético de Madrid
Paris Saint-Germain
0088000 (0)
0518000 (0)
0008000 (0)
0040000 (0)
Seleção nacional
20012008 França 34000 (0)
Times/Equipas que treinou
2015–2020
2020–
Lyon
Dijon
Última atualização: 19 de junho de 2020

Grégory Coupet, (Le Puy-en-Velay, 31 de dezembro de 1972) é um ex-futebolista francês, que atuava como goleiro. Hoje é treinador de goleiros do Dijon.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lyon[editar | editar código-fonte]

Milagre no Camp Nou[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de outubro de 2001, na primeira fase da Liga dos Campeões da UEFA, no confronto entre Barcelona e Lyon, onde o time francês foi derrotado por 2 a 0, com gols de Patrick Kluivert e Rivaldo. Mas o que chamou atenção foi a defesa de Coupet, após um recuo errado de Cláudio Caçapa, onde a bola o encobriria, mas ele mergulhou de cabeça para defender, deixando o rebote para que Rivaldo, em cima da linha, tivesse a chance do gol. Mas o meia brasileiro cabeceou e Coupet, com reflexos monstruosos, conseguiu defender milagrosamente. A defesa é lembrada até hoje, sendo considerada uma das mais belas do século XXI.

Atl. Madrid e PSG[editar | editar código-fonte]

Coupet ganhou títulos com a camisa do Olympique Lyonnais, teve uma breve passagem pelo Atlético de Madrid, antes de se transferir para o Paris Saint-Germain, em 2009.

Ao final da temporada 2010-11, Coupet decide se aposentar, seguindo o mesmo caminho de seu colega de time Claude Makélélé.[1]

Seleção[editar | editar código-fonte]

Disputou a Copa das Confederações de 2001, na qual a seleção de seu país foi campeã.

Convocado 34 vezes para a Seleção Francesa de Futebol.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Lyon
Paris Saint-Germain
Seleção Francesa

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]