Programa Ariel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde dezembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.
O satélite Ariel 1.

Ariel, foi o nome atribuído a um programa de satélites de pesquisa britânico, conduzido entre 1962 e 1979.

Como parte desse programa, foram lançados seis satélites.

O primeiro deles, foi, não só o primeiro desse programa, mas também o primeiro satélite britânico.

O programa começou com o Ariel 1 em Abril de 1962 e se encerrou com o Ariel 6 em 2 de Junho de 1979.

Os primeiros quatro satélites serviram para estudos da ionosfera, os dois últimos, serviram para estudos astronômicos sobre raios-X e raios cósmicos.

Esse programa foi conduzido pelo Science Research Council, sendo os dois primeiros satélites, construídos pela NASA[1] , e os seguintes, construídos pelos britânicos.

Todos os lançamentos, foram realizados por foguetes de origem Norte americana. O Ariel 1, por um Thor-Delta, e os seguintes por diferentes modelos da família Scout de foguetes.

Satelites[editar | editar código-fonte]

Satélite Data do lançamento Veículo lançador Local do lançamento COSPAR ID Comentários
Ariel 1[2] 26 de abril de 1962 Thor-Delta Cabo Canaveral 1962-015A O primeiro satélite artificial britânico.
Ariel 2 27 de março de 1964 Scout X-3 Wallops Island 1964-015A
Ariel 3 5 de maio de 1967 Scout A Vandenberg AFB 1967-042A O primeiro satélite artificial projetado e construído no Reino Unido.
Ariel 4 11 de dezembro de 1971 Scout B Vandenberg AFB 1971-109A
Ariel 5 15 de outubro de 1974 Scout B Plataforma San Marco 1974-077A As operações do satélite foram conduzidas a partir de um centro de controle no Appleton Lab.
Ariel 6 2 de junho de 1979 Scout D Wallops Island 1979-047A O último satélite do Programa Ariel.

Referências

  1. Ariel 1 Space.co.uk (2 de Janeiro de 2008).
  2. Ariel 1 NASA NSSDC.
Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.