Proteína M (Streptococcus)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A proteína M é um factor de virulência que pode ser produzido por alguma espécies de Streptococcus, entre outros pela bactéria Streptococcus pyogenes.[1]

A proteína M é altamente anti-fagocítica e é um alto factor de virulência. Liga-se ao factor H do soro, destruindo a C3 convertase e prevenindo a opsonização pela C3b. No entanto, as células B podem gerar anticorpos contra a proteína M que ajudam na opsonização e destruição dos microorganismos pelos macrófagos e neutrófilos.

A proteína M foi identificada pela microbiologista norte-americana Rebecca Lancefield (1895—1981) em 1962.[2]

Referências

  1. Chanter N, Talbot NC, Newton JR, Hewson D, Verheyen K (2000). "Streptococcus equi with truncated M-proteins isolated from outwardly healthy horses". Microbiology (Reading, England) [S.l.: s.n.] 146 ( Pt 6): 1361–9. PMID 10846214. 
  2. "Streptococcal M protein: molecular design and biological behavior.". Consult. 2009-06-21.