Quimiotrófico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Searchtool.svg
Esta página ou seção foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.

Quimiotróficos são os organismos cuja fonte de energia são compostos químicos, podendo se diferenciar em: quimiorganotróficos e quimiolitotróficos. A quimiolitotrofia é uma das formas de metabolismo em organismos procariontes, como espécies de Bacteria e Archea, na qual a obtenção de energia é realizada através de reação de oxidação de compostos inorgânicos como hidrogênio (H2), compostos reduzidos de enxofre (ácido sulfídrico - H2S), íons ferro (Fe2+), amônia (NH3) como pode ser exemplificado nas reações abaixo:[1]

2NH3 + 4O2 → 2HNO3 + 2H2O

H2S + 2O2 → H2SO4  

Pesquisas já relataram que mesmo sob crescimento lento, organismos quimiolitotróficos conseguem viver numa profundidade de 5 km abaixo da terra, não ocorrendo competição com os organismos quimiorganotróficos já que substâncias como H2 e H2S são produtos secretados pelos mesmos. Ou seja, os quimiolitotróficos desenvolveram a capacidade de explorar substâncias que os organotróficos não conseguem utilizar.[1][2]

Referências

  1. a b Donald., Voet, (cop. 2011). Biochemistry. [S.l.]: John Wiley & Sons. ISBN 9780470570951. OCLC 759118576  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. microorganisms., Madigan, Michael T., 1949- ed. Madigan, Michael T., 1949- Biology of microorganisms. Brock, Thomas D. Biology of (2009). Brock biology of microorganisms. [S.l.]: Pearson/Benjamin Cummings. ISBN 0132324601. OCLC 427544458