Referendo nos Camarões britânicos em 1961

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O referendo nos Camarões britânicos em 1961 foi realizado nos Camarões britânicos em 11 de fevereiro de 1961 para determinar se o território deveria se juntar aos vizinhos, os Camarões ou a Nigéria. A opção da independência por ter sido contestada por Andrew Cohen, representante do Reino Unido para o Conselho de Tutela da ONU, não foi apresentada como uma opção. Em última instância, a maioria muçulmana do Camarões do Norte obteve uma maioria de 60% a favor da adesão à Nigéria, enquanto a maioria cristã do Camarões do Sul obteve 70,5% a favor da integração com os Camarões.[1] O Camarões do Norte tornou-se oficialmente parte da Nigéria em 1 de junho, enquanto o Camarões do Sul se tornou parte do Camarões em 1 de outubro.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Opção Camarões do Norte Camarões do Sul
Votos % Votos %
Integração nos Camarões 97.659 40.0 233.571 70.5
Integração na Nigéria 146.296 60.0 97.741 29.5
Votos inválidos / em branco
Total 243.955 100 331,312 100
Eleitores registrados / afluência 292.985 349.652
Fonte: Nohlen et al., African Elections Database

Referências

  1. Nohlen, D, Krennerich, M & Thibaut, B (1999) Elections in Africa: A data handbook, p177 ISBN 0-19-829645-2