Richard Posner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Richard Posner
Nascimento 11 de janeiro de 1939 (80 anos)
Nova Iorque
Cidadania Estados Unidos
Filho(s) Eric Posner
Alma mater Harvard Law School
Ocupação juiz, economista, filósofo, blogueiro, professor universitário
Empregador Universidade de Chicago, Universidade Stanford
Página oficial
http://home.uchicago.edu/~rposner

Richard Allen Posner (Nova Iorque, 1939), é um jurista dos Estados Unidos.

Formou-se em letras por Yale em 1959 e em direito por Harvard em 1962.[1] Depois de formado, trabalhou na Suprema Corte dos EUA assistindo o Justice (equivalente a ministro do STF brasileiro) William Brennan, Jr., entre 1962 e 1963; depois, na Comissão Federal de Comércio (órgão regulador da concorrência), e com o procurador-geral dos EUA, Thurgood Marshall.

Posner começou a dar aulas em 1968, em Stanford e, em 1969, na Universidade de Chicago, até tornar-se, em 1981, juiz do tribunal de apelação para a 7ª região (U.S. Court of Appeals for the Seventh Circuit), tribunal do qual foi presidente (Chief Justice) entre 1993 e 2000. Hoje, continua dando aulas na Universidade de Chicago em meio período.

É um dos principais expoentes da Law and economics, uma corrente de pensamento jurídico segundo a qual os processos legais, mais do que assegurar direitos, devem produzir a mais eficiente alocação de recursos. A teoria de democracia de Posner inspira-se no trabalho do economista austríaco Joseph Schumpeter.[2] Defensor de longa data da desregulamentação, passou enfatizar a importância das regulamentações governamentais citando que é necessário mais regulação dos mercados financeiros, e condenando os liberais por estarem "preso em fantasias de igualdade."[3] O livro fundamental de Posner é Economic Analysis of Law (1972), no qual lança as bases do programa de pesquisas de Law & Economics.

Obra[editar | editar código-fonte]

Posner é conhecido como o arauto do Law and Economics, mas entre seus mais de trezentos artigos e trinta livros há incursões sobre outros temas. Alguns de seus livros são:

  • Economic Analysis of Law ("Análise Econômica do Direito"), em sua 8ª edição em 2010;
  • Law and Literature ("Direito e Literatura");
  • Law and Legal Theory in England and America ("Direito e Filosofia do Direito na Inglaterra e nos EUA") (1996).
  • Public Intellectuals: A Study of Decline (2002)
  • Law, Pragmatism and Democracy (2004)
  • "The Problem of Jurisprudence" (Problemas de Filosofia do Direito) (2007)
  • Problemática da Teoria Moral e Jurídica
  • A Economia da Justiça
  • Para Além do Direito
  • Fronteiras da Teoria do Direito

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]