Roberto Rodrigues

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Roberto Rodrigues
Rodrigues em 2019.
113.º Ministro da Agricultura do Brasil
Período 1º de janeiro de 2003
a 30 de junho de 2006
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Antecessor(a) Marcus Vinícius Pratini
Sucessor(a) Luis Carlos Guedes Pinto
Dados pessoais
Nascimento 12 de agosto de 1942 (79 anos)
Cordeirópolis, SP
Alma mater Universidade de São Paulo (USP)
Prêmio(s)
Ocupação engenheiro agrônomo

Roberto Rodrigues GCMDGOMM (Cordeirópolis, 12 de agosto de 1942) é engenheiro agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (USP) em 1965, com cursos de aperfeiçoamento em administração rural. Divorciado, tem 4 filhos e 7 netos. Neto, filho e pai de engenheiros agrônomos e agricultores.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi o primeiro Ministro da Agricultura do governo Lula, iniciando seu mandato em 1º de janeiro de 2003.[4] Ainda no mês de janeiro, passou a contar com o agrônomo Ivan Wedekin, de quem fora colega na USP, como secretário de Política Agrícola dentro de seu ministério, além de José Amauri Dimarzio como seu secretário-executivo, Maçao Tadano como secretário da Defesa Agropecuária e Linneu Carlos da Costa Lima como secretário de Produção e Comercialização.[5][6]

Nos órgãos de seu ministério, assumiram Clayton Campanhola como diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Luis Carlos Guedes Pinto como presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e Sílvio Isopo Porto, Jacinto Ferreira e Eledil Einstein da Silva Bessa como diretores da Conab.[7][8]

Em março, com Guido Mantega, reestruturou a composição e as competências do Ministério da Agricultura, do Conselho Nacional de Política Agrícola (CNPA) e do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC), bem como aos cargos comissionados do ministério.[9][10][11]

Em agosto de 2003 e novembro de 2005, foi condecorado pelo presidente Lula respectivamente com a Ordem do Mérito Militar no grau de Grande-Oficial especial e com a Ordem do Mérito da Defesa no grau de Grã-Cruz.[1][2] Em 2006, a pedido, foi exonerado do cargo e sucedido por Luis Carlos Guedes Pinto.[12]

Referências

Precedido por
Marcus Vinícius Pratini de Moraes
Ministro da Agricultura do Brasil
2003 — 2006
Sucedido por
Luis Carlos Guedes Pinto
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Roberto Rodrigues
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Roberto Rodrigues
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.