Séston

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Em biologia marinha, limnologia e oceanografia, chama-se séston ao conjunto das partículas, orgânicas ou não, que se encontram dispersas na coluna de água e que, para além de poderem constituir alimento para alguns organismos, têm um papel importante na difusão da luz na água e, portanto, na produção primária.

O séston é subdividido em duas categorias: bioseston e abioseston (ou tripton). O bioseston inclui os plânctons em geral (fitoplânctons, zooplânctons, bacterioplânctons e outros), o nécton (organismos com automobilidade) e o plêuston (organismos que vivem na superfície da água - interface ar-água). Já o abioseston compreende os detritos orgânicos e/ou inorgânicos particulados suspensos na coluna de água.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.