SIG Combibloc Group

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
SIG Combibloc Group AG
Privada
Fundação 1853 - Neuhausen am Rheinfall, Suíça
Fundador(es) Friedrich Peyer im Hof,
Área(s) servida(s) Todo o mundo
Pessoas-chave Rolf Stangl, CEO Giorgio Castelli
Empregados 5.000 (2015)
Produtos Caixas assépticas, equipamentos e serviços de envasamento
Empresa-mãe Onex Corporation
Antecessora(s) SIG Holding AG
Website oficial SIG Combibloc Group Ltd.

O SIG Combibloc Group AG, conhecido por suas iniciais SIG, era anteriormente conhecido como SIG Holding AG,[1] e foi originalmente fundado como Schweizerische Industrie Gesellschaft (alemão para Compania Industrial Suíça; em francês, Société Industrielle Suisse; e em italiano, Societa Industriale Svizzera). O SIG Combibloc Group AG atua em vários negócios durante seus mais de 170 anos de operação. Desde 2000, a empresa passou por uma reorientação estratégica, vendendo a filial da SIG Sauer para a L&O Holding e concentrando-se em suas operações de embalagem, SIG Pack e SIG Beverages e, em seguida, exclusivamente em sua divisão de infraestrutura e embalagem de cartão asséptico SIG Combibloc.

Em 2007, a SIG Holding AG foi adquirida pelo Rank Group Limited, empresa de investimentos privados do empresário neozelandês Graeme Hart, e operava sob sua subsidiária, Reynolds Group Holdings Ltd., que, em março de 2015, anunciou a conclusão da venda da SIG para Onex Corporation do Canadá.[2]

Em 2018, a SIG Combibloc garantiu um empréstimo de US $ 1,101 bilhão, com o Barclays Bank atuando como agente administrativo na transação.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Edifício sede da SIG em Neuhausen am Rheinfall.

A Schweizerische Waggonfabrik[4] ("Fábrica de vagões suíços") foi fundado em 1853 por Friedrich Peyer im Hof, Heinrich Moser e Johann Conrad Neher.[5] Desde 1854, produziu vagões para as empresas ferroviárias suíças emergentes. Friedrich Peyer foi um dos primeiros defensores da construção ferroviária e foi um dos diretores da Swiss Northeastern Railway, também fundada em 1853. Sua fábrica em Neuhausen am Rheinfall era originalmente alimentada pelas proximidades das Cataratas do Reno e empregava 150 trabalhadores,[6] em meados da década de 1950. Na década de 1860 já empregava 500 trabalhadores.[4]

Armas de fogo[editar | editar código-fonte]

Eles produziram um rifle de última geração de sua criação, o Prélaz-Burnand 1859, inventado pelo armeiro Jean-Louis Joseph Prélaz e pelo inspetor florestal Coronel Ėdouard Burnand, pai do prolífico pintor suíço Eugène Burnand. Em 1860, o rifle ganhou uma concorrência realizada pelo Eidgenössisches Departement für Verteidigung, Bevölkerungsschutz und Sport, resultando em um contrato para produzir 30.000 peças.[7] Este rifle foi adaptado e produzido como o Springfield Model 1863.

Ao receber o contrato para produzir rifles, o nome da empresa foi alterado para refletir sua nova ênfase na produção usinada, tornando-se Schweizerische Industrie Gesellschaft (em português Companhia Industrial Suíça) (SIG); em inglês, Swiss Industrial Company; e, em francês, Société Industrielle Suisse.[5][8]

A SIG produziu outras armas de fogo e foi pioneira no primeiro rifle automático, o fuzil Mondragón, produzido pela SIG entre 1908 e 1910.[9] A pistola SIG P210 foi desenvolvida em 1937 com base na pistola francesa Modèle 1935 e foi adotada pelos militares suíços em 1949 como a "Pistola 49". A P210 semiautomática de ação simples trouxe muitos elogios à SIG, devido aos processos de fabricação de precisão e à precisão e confiabilidade resultantes. O design do chassi P210 incorpora trilhos externos que se encaixam estreitamente com o slide, eliminando assim a folga no mecanismo durante o disparo. A P210 se destacou por sua extrema precisão. A patente Petter-Browning foi um refinamento - e o último projeto de John Moses Browning - da Browning Hi-Power (P35).[10] Em 1975, os militares suíços substituíram a P210 pela P220, apelidada de "Pistole 75" e sinalizaram o primeiro produto de uma parceria com a J.P. Sauer & Sohn. Em um concurso de 1984 para fornecer mais de 300.000 armas de fogo para os militares dos EUA, a SIG Sauer P226 foi derrotada pela Beretta 92FS, que ficou com o contrato da pistola M9. O rifle de combate SIG SG 510, ou Sturmgewehr 57, foi produzido pela SIG de 1957 a 1983. Sua aparência era vagamente semelhante à metralhadora leve alemã MG34, devido à sua jaqueta de cano ventilada. Empregava o sistema blowback com retardo, como usado nos rifles CETME/HK.[11] A única metralhadora de uso geral produzida pela SIG foi a SIG 710-3, baseada na MG42.[12]

Durante a década de 1970, a SIG comprou a Hämmerli[13][14] e a J.P. Sauer e Sohn, resultando na formação da SIG Sauer. Devido às restrições suíças à exportação de armas militares, a SIG entrou em um relacionamento com a empresa alemã J.P. Sauer & Sohn, a fim de dar à SIG acesso ao mercado global de armas de fogo.

Em janeiro de 1985, a SIGARMS foi estabelecida em Tysons Corner, Virgínia, onde seus modelos de pistolas P220 e P230 foram importados para os EUA a partir da Sig Sauer, na Alemanha. Em 2007, a SIGARMS mudou seu nome para SIG Sauer. A divisão da SIG Arm foi comprada em 2000 pela L&O Holding[15] e agora é conhecida como SIG SAUER AG.[16]

Em 5 de novembro de 2007, a SIG Holding AG foi adquirida pelo Grupo Rank, a empresa de investimento privado do empresário Graeme Hart. O Grupo Rank anunciou a venda da SIG Holding AG para Onex Corporation em 24 de novembro de 2014.

Ramo ferroviário[editar | editar código-fonte]

No final da década de 1970, a SIG foi a projetista e construtora do mais novo bonde de Toronto, o CLRV L1. Somente os seis primeiros carros CLRV foram fabricados pela SIG (fora de um pedido de 10, pois o restante foi cancelado por medidas de economia de custos). Os 190 veículos L2 restantes, juntamente com 52 variantes articuladas, foram fabricados pela Urban Transportation Development Corporation (UTDC), com sede em Thunder Bay, agora uma subsidiária da Bombardier Transportation, que, no final de 1991, negociou um subsídio de US $ 17 milhões do Governo de Ontário para a compra.[17]

No início da década de 1980, a SIG foi a projetista e construtora dos bondes de Utrecht. 27 foram encomendados e entregues em 1983 e ainda estão em execução[18] (embora estejam programados para serem substituídos entre 2017 - 2018 e 2020).

O sistema de inclinação do SBB RABDe 500 foi desenvolvido pela SIG. O ramo ferroviário da SIG foi vendido em 1995 para a Fiat Ferroviaria.[19]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bloomberg "Company Overview of SIG Combibloc Group AG", Bloomberg Snapshots. Retrieved July 29, 2018.
  2. Businesswire "Reynolds Group Holdings Limited Announced Closing of Sale of SIG Combibloc Business", March 13, 2015. Retrieved August 22, 2018.
  3. Visconti, Ambrogio (21 de maio de 2018). «SIG Combibloc Group's $1.1 Billion Syndicated Loan – Global Legal Chronicle». Global Legal Chronicle (em inglês). Consultado em 23 de março de 2020 
  4. a b Hermann Alexander von Berlepsch, Schweizerkunde: Land, Volk und Staat, Schwetschke, 1864, p. 512.
  5. a b «History - Sig Sauer». SigSauer.com. Consultado em 29 de abril de 2017 
  6. SIG-Geschichte, Baublatt, 21 September 2017.
  7. "Eugène Burnand Biographic Information", "Eugène Burnand, the man, the artist and his work, by René Burnand, MD Berger-Levrault, Paris, 1926 via eugene-burnand.com Retrieved August 30, 2018.
  8. Sig-Sauer Law Enforcement Arquivado 2012-03-11 no Wayback Machine
  9. Firestone, Adam C. «Historic Firearm of the Month, February 2001». Cruffler.com. Consultado em 29 de abril de 2017 
  10. «Sig P210». ForgottenWeapons.com. 2 de dezembro de 2011. Consultado em 29 de abril de 2017 
  11. «SIG Stgw 57». ForgottenWeapons.com. 23 de setembro de 2011. Consultado em 29 de abril de 2017 
  12. «Modern Firearms - SIG MG 710». Guns.ru. Consultado em 29 de abril de 2017 
  13. GmbH, CARL WALTHER. «Home - Hämmerli Website». Haemmerli.info. Consultado em 29 de abril de 2017 
  14. «SIG-Hammerli Trailside/X-Esse». TonyBrong.Blogspot.com. Consultado em 29 de abril de 2017 
  15. Samsel, Aaron (31 de maio de 2013). «SIG SAUER Parent Company Buys GSG, supplier of SIG 1911-22 Handguns». Guns.com. Consultado em 29 de abril de 2017 
  16. Kapella, Jürgen. «Swiss Arms: Startseite». SwissArms.ch. Consultado em 29 de abril de 2017 
  17. Farnsworth, Clyde H. "Bombardier Returns to Earth", The New York Times, December 28, 1991. Retrieved August 31, 2018.
  18. «Zwitserse trams in Utrecht». 29 de outubro de 2016. Consultado em 29 de abril de 2017 – via Wikipedia 
  19. «The Northlander». UWyo.edu. Consultado em 29 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre SIG Combibloc Group