Saint-Antoine-de-Tilly

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Municipalité de Saint-Antoine-de-Tilly
Église Saint-Antoine-de-Tilly.jpg
Igreja de Saint-Antoine-de-Tilly
Lema(s): Et a flumine usque ad terminos terrae!
(Do latin: E do rio até o final das terras!)
Coordenadas: 46°40' N 71°35'W
Província Quebec
Região administrativa Chaudière-Appalaches
Incorporado em 1 de julho 1855
Prefeito Michel Cauchon
Código postal G0S 2C0
Área  
 - Cidade 60,3 km², 23,3 mi²
Fuso horário UTC -5
População (2006)  
 - Cidade 1.442
 - Densidade 24 hab/km², 62 hab/mi²
Website: www.saintantoinedetilly.com/

Saint-Antoine-de-Tilly é um município canadense da Regionalidade Municipal de Lotbinière, Quebec, localizado na região administrativa de Chaudière-Appalaches. Em sua área de pouco mais de sessenta quilómetros quadrados, habitam cerca de mil e quatrocentas pessoas. Tendo seu nome em homenagem a Santo António de Lisboa.

Saint-Antoine-de-Tilly está 25 km na rota 132, rumo ao oeste de Quebec, na costa sul do rio São Lourenço. Este município faz parte da Associação da mais belas cidades do Quebec comemorando o seu 300º aniversário em 2002.

História[editar | editar código-fonte]

Em 31 de Agosto de 1700, Claude-Sébastien de Villieu fils vende à Pierre-Noël Le Gardeur, senhor de Tilly, por três mil libras, com todos os seus direitos, o senhorio de Villieu que então tomou o nome de Tilly. O novo senhor se instala no mesmo ano com sua segunda esposa, Madeleine Boucher, filha de Pierre Boucher, o governador de Trois-Rivières.

Em 1702, o senhor de Tilly construiu uma capela de madeira, batizada em homenagem a Santo António de Lisboa, onde se realizaram os primeiros serviços missionários pelo padre Honoré Huret. Na ausência do Bispo de Quebec, a abertura do registro civil em 1702 marcou o início da paróquia de Saint-Antoine-de-Tilly, cujos limites canônicos são estabelecidos em 3 de março de 1722 por um decreto do Conselho de Estado do rei.

Em 30 de junho de 1712, o senhor de Tilly e sua esposa dão à corporação paroquial um acre de terra a fim de construir a igreja e a casa paroquial. Uma placa estampada certifica que em 26 de julho de 1712 foi lançada a pedra fundamental desta igreja construída a poucos metros a norte da atual igreja.

Em 1759, durante o cerco de Québec, mais de 1.000 soldados britânicos desembarcaram em Saint-Antoine-de-Tilly, aproveitando-se da igreja para entrincheirar-se. Eles instalar baterias de canhões em três montes ainda visíveis no meio da falésia ao Fundo de Saint-Antoine. Em 23 de julho de 1760, os moradores locais, que foram inicialmete removido, em um segundo momento, entregaram as suas armas para os Ingleses e fizeram um juramento de neutralidade: "nós não vamos pegar em armas contra George II, Rei da Grã-Bretanha"

Antiga mansão, atual Hotel Manoir de Tilly

Em 1786, em um terreno comprado de Lambert, o Senhor começou a construção da mansão preservada até hoje, e agora, o Hotel Manoir de Tilly. Construção essa começada logo após a da atual igreja que foi consagrada 24 de setembro de 1788 pelo Padre Jean-Baptiste Noël. O interior desta igreja foi enriquecida por uma série de madeiras esculpidas, concebidas entre outros por Thomas Baillargé, seguida pela grande pintura européia da coleção Desjardins comprado pela fábrica entre 1817-1818, a sugestão do padre Louis Raby. De uma arquitetura magnífica, a igreja, desde 1963, é um monumento histórico pelo Ministério de Assuntos Culturais.

A praça da igreja, delimitada por edifícios históricos, casas antigas e lojas, em geral bem conservados, dá acesso ao cemitério, a um mirante e uma costa de acesso ao rio.

O município de Saint-Antoine-de-Tilly, que tinha 1 897 habitantes em 1821, atingiu cerca de 2 000 pessoas durante meados do século 19, foi dividido, sucessivamente, para fundação de Saint-Apollinaire em 1855, de d'Issoudun em seguida, a anexação, onde 20 famílias mudaram-se Saint-Apollinaire, em 1920.

O município civil foi criado em 1855, se lembrando de sua origem cristã em seu lema, uma citação do versículo 8 do Salmo 72, o seguinte ao do Canadá.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Canadá é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.