Salim Sayegh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Salim Sayegh ( em árabe: سالم الصايغ ) é um acadêmico e político libanês que atuou como ministro das Relações sociais de 2009 a 2011.

Formação Acadêmica e Carreira[editar | editar código-fonte]

Sayegh nasceu em uma família maronita. Graduou-se na Universidade Libanesa Americana em 1983. Recebeu mestrado em relações internacionais e diplomacia em 1989. Também possui um doutorado em Direito pela Universidade de Paris desde 1992.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sayegh trabalhou como professor na Universidade de Paris do Sul de 1993 a 2009 e também atuou como diretor do centro de resolução de conflitos da universidade durante o mesmo período. Ele é membro do partido Kataeb e foi eleito como segundo vice-presidente em fevereiro de 2008, quando Amine Gemayel se tornou a presidente do partido. Ele também foi membro do escritório político do partido e chefe do comitê de assuntos estrangeiros no partido desde 2008, [1]

Sayegh foi nomeado ministro dos assuntos sociais no gabinete liderado pelo primeiro-ministro Saad Hariri em 9 de novembro de 2009. Sayegh renunciou ao cargo de seu partido após sua nomeação como ministro. Ele estava entre os membros do comitê que foi encarregado de redigir o programa do governo. O mandato de Sayegh durou até junho de 2011, quando foi substituído por Wael Abou Faour como ministro.[2]

Além disso, ele é membro da diretoria do Banco Mundial para políticas sociais na região MENA [3]

Ocupantes do Cargo
Precedido por Mario Aoun Ministro de Relações Socias

Salim Sayegh

Sucedido Por

Wael Abou Farour

Referências

  1. «The Daily Star.». 2008 
  2. «A trajetória pública de Salim Sayegh». Al Jazeera. 9 de novembro de 2009. Consultado em 28 de dezembro de 2017 
  3. «Conferências Fikr (2011)». 2011. Consultado em 28 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 28 de dezembro de 2017