Samovar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Samovar de prata.

Samovar é um utensílio culinário de origem russa utilizado para aquecer água e servir chá,[1] sendo muito apreciado pelos czares. Este utensílio aparece com frequência na literatura russa do século XIX, em obras de Tolstoi (por exemplo, em "Ressurreição"),[2] Dostoievski e Máximo Gorki (por exemplo, em "Vassa Zheleznova").

Descrição[editar | editar código-fonte]

Nos dias atuais é muito utilizado pelos hotéis e empresas de catering, e para todo o tipo de eventos com bebidas quentes, tais como coffee breaks, buffets de pequeno almoço, cocktails etc. Pode substituir a garrafa térmica, com café, chá, chocolate, leite e todo o tipo de bebidas quentes. Apresentam-se mais ou menos estilizados, mas podem ser fabricados em prata, latão, com ou sem ornamentos, sendo os de uso profissional de linhas mais simples.

Referências

  1. «Birth of the Samovar? A Puzzling Archeological Find in the Foothills of the Caucasus». Azerbaijan International. Consultado em 27 de agosto de 2014. 
  2. Tolstoy, Leo (2012). Ressurection Courier Dover Publications [S.l.] p. 337. ISBN 0486114686. 


Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.