Santos Crispim e Crispiniano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Crispim e Crispiniano foram dois irmãos que se tornaram santos católicos após terem sido martirizados pelos romanos.[1]

Ficaram conhecidos por serem sapateiros, e por uma lenda no qual teriam ajudado uma criança pobre e sua mãe, que lhes deu abrigo durante uma perseguição. Por isso são considerados padroeiros dos sapateiros.[2]

Na Umbanda, assim como Cosme e Damião, são sincretizados com os Ibejis.[3]

Referências

  1. Arquidiocese de São Paulo. «São Crispim e São Crispiniano». Consultado em 25 de setembro de 2017 
  2. Arquidiocese de São Paulo. «São Crispim e São Crispiniano». Consultado em 25 de setembro de 2017 
  3. Adriana Franzin (25 de setembro de 2012). «Por que ganhamos doces no dia de Cosme e Damião?». Portal EBC. Consultado em 25 de setembro de 2017