Setembrino da Costa Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Setembrino da Costa Alves (Antonina, 1 de setembro de 1920 - Antonina, 30 de agosto de 1979), mais conhecido como Bino, foi um futebolista brasileiro, que atuava como goleiro e se consagrou pelo Coritiba e pelo Sport Club Corinthians Paulista.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Era muito arrojado debaixo do gol e tinha o hábito de se vestir todo de preto. Por esses dois motivos, ganhou o apelido de Gato Preto. Começou a carreira no Atlético Antoninense, onde foi campeão paranaense em 1941. Em 1942, foi para o Coritiba e conquistou o Campeonato Paranaense de 1942.

Em 1943, Bino foi transferido para o Corinthians. Apesar de se firmar como titular, fez parte da equipe corintiana que ficou em nove anos de jejum de títulos, entre 1941 e 1950. Aliás, em 1950, Bino finalmente conquistaria um título pela camisa alvinegra: o Torneio Rio-São Paulo de 1950. Durante a conquista do Campeonato Paulista de 1951, Bino ainda estava no Timão, mas áquela altura, com 31 anos de idade, disputava apenas amistosos pelo interior do Brasil, pois o titular era Cabeção e a sombra do mesmo era nada mais nada menos do que Gylmar, o maior goleiro da história do Corinthians.

Por todo o tempo pelo qual Bino atuou pelo Corinthians, ou seja, entre 1943 e 1951 e esteve presente em 234 jogos, e sofreu 384 gols, sendo que um deles marcou contra.

Particularidades[editar | editar código-fonte]

  • Bino nasceu no dia 1 de setembro, no mesmo dia em que foi fundado o Corinthians. Aliás, o Timão completava 10 anos de vida quando Bino nasceu.
  • Além de Gato Preto, Bino também era apelidado de Gato Selvagem, também devido ao fato de se vestir todo de preto.
  • Fez sua estreia pelo Timão em fevereiro de 1943, num amistoso interestadual contra o Vasco da Gama. Os cariocas venceram a partida.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Coritiba[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

  1. «Timão de Coração». Consultado em 18 de julho de 2011.