Sharon (Israel)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sharon, Sarom ou Sarona (em hebraico: שָׁרוֹן‎‎) é a metade norte da planície costeira de Israel, norte de Gush Dan e sua maior cidade é Netanya. As outras maiores cidades nesta região são Ra'anana, Ramat Hasharon e Kefar Sava.

Esta planície situa-se entre o Mar Mediterrâneo a oeste e as colinas de Samaria, a 15 km a leste. Ela se estende a partir de Haifa e do Monte Carmelo, no norte do Rio Yarkon no sul, na orla da cidade atual de Tel Aviv, cerca de 90 km. Partes da planície estão incluídos em Haifa, no Centro e nos Distritos de Israel em Tel Aviv. Em 2008 as Planícies de Sarom foram a casa de 1.131.600 pessoas,[1] 965.300 deles (85,3%) são judeus, e 166.300 (14,6%) são árabes.

A Planície de Sarom é mencionada na Bíblia (1 Crônicas 5:16, 1 Crônicas 27:29; Isaías 33:9, Isaías 35:2, Isaías 65:10), incluindo a famosa referência à enigmática "Rosa de Sarom" e "Lírio dos Vales" (Cântico 2:1). Nos tempos antigos, a planície foi particularmente fértil e populosa. Imigrantes sionistas chegaram no início do século 20, e povoaram a região com muitos assentamentos.[2] Em 2008, foi a região mais densamente povoada de Israel.[3]

Referências

  1. «Table 3 - Population of Localities Numbering Above 1,000 Residents and Other Rural Population» (PDF). Israel Central Bureau of Statistics. 30 de junho de 2008. Consultado em 18 de outubro de 2008 
  2. «Sharon Plain». Bartleby.com. Consultado em 14 de janeiro de 2008 
  3. «Sharon Plain of Israel». Encarta. Consultado em 14 de janeiro de 2008 


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Israel é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.