Si-o-se Pol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Si-o-se Pol
A Ponte Si-o-se Pol, considerada uma das mais belas do Oriente Médio e de todo o oriente.

Si-o-se Pol, também conhecida como Ponte dos 33 Arcos ou como Ponte Allah-Verdi Khan, é uma das onze pontes que cruzam a cidade de Esfahan, no Irã.[1]Foi erguida no ano de 1602 durante o reinado do xá Abbas I. [2]

Considerada um dos principais símbolos da Dinastia dos Safávidas (1502-1722), a ponte passa pelo Rio Zayandeh, servindo de represa para o rio que corta a cidade. Abriga uma renomada e muito conhecida casa de chá em seu interior. É uma das atrações turísticas mais conhecidas e tradicionais da região, principalmente à noite, quando fica iluminada. [3]

A ponte tem 295 metros de comprimento por 13,4 m de largura e é formada por duas fileiras de 33 arcos, construídos em pedra e ladrilhos.[4]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «As pontes mais lindas do mundo - Blog Decolar.com». Blog de viagens e turismo | Decolar.com. 8 de janeiro de 2015 
  2. Camargos, Márcia; Carranca, Adriana (2010). O Irã sob o chador: Duas brasileiras no país dos aiatolás. São Paulo: Globo 
  3. «O que fazer no Irã: Roteiro de 11 dias no País». VazAonde. 10 de junho de 2016 
  4. «Google Books - Calendário Intermóm Oxfam 2011». Google Books