Sinagoga de Delos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Sinagoga de Delos, construída entre 150-128 a.C. na ilha grega de Delos, é tida como uma das sinagogas mais antigas do mundo. Acredita-se que tenha sido utilizada primordialmente por samaritanos.[1]

Sua função como edifício religioso, no entanto, não é unânime na comunidade acadêmica; recentemente levantaram-se dúvidas acerca de sua real utilização como sinagoga.[2]

Arqueologia[editar | editar código-fonte]

A sinagoga foi descoberta em 1912 por uma equipe liderada pelo arqueólogo André Plassart.[1] Acredita-se que o edifício tenha sido usado até o fim do século II d.C..[3] [4] Sua característica dominante é o grande salão, presumivelmente utilizado de modo flexível, com móveis que podiam ser dispostos de diferentes maneiras (já que não existem evidências de bancos construídos ou instalados ao redor das paredes.[4] O salão está orientado para o leste, com uma série de aposentos secundários no seu lado sul.[4]

Referências

  1. a b Delos
  2. Matassa, Lidia. "Unravelling the Myth of the Synagogue on Delos." in Bulletin of the Anglo-Israel Archaeological Society, 2007. Disponível online no site da Encyclopaedia Britannica (visitado em 10-11-09).
  3. Levine, Lee I. The Ancient Synagogue: The First Thousand Years,, Edition: 2, Yale University Press, 2005, pp. 107 ff.
  4. a b c Trümper, Monika. "The Oldest Original Synagogue Building in the Diaspora: The Delos Synagogue Reconsidered", in Hesperia, Vol. 73, No. 4 (Out. - Dez., 2004), pp. 513-598
Ícone de esboço Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.