Sinaptofisina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A sinaptofisina é uma proteína que, em humanos, é codificada pelo gene SYP.[1][2]

Biologia molecular[editar | editar código-fonte]

Esta é uma glicoproteína de vesículas sinápticas com quatro domínio transmembrana e peso de 38kDa. Está presente em células neuroendócrinas e, teoricamente, em todos os neurônios do cérebro e da medula espinhal que participam da transmissão sináptica. A sinaptofisina age como um marcador para tumores neuroendócrinos e sua presença em todas as sinapses permite o uso da imunocoloração de sinaptofisina para quantificação de sinapses.[3]

A função exata desta proteína ainda é desconhecida: ela interage com a sinaptobrevina, uma proteína vesicular sináptica essencial, mas, quando o gene da sinaptofisina é experimentalmente inativada em animais, eles continuam a se desenvolver e a funcionar normalmente.[4] Pesquisas recentes têm demonstrado que a eliminação da sinaptofisina em camundongos provoca mudanças de comportamento, como aumento do comportamento exploratório, dificuldades para reconhecer novos objetos e redução no aprendizado espacial.[5]

Referências

  1. «Entrez Gene: SYP synaptophysin» 
  2. Südhof TC, Lottspeich F, Greengard P, Mehl E, Jahn R (1987). «The cDNA and derived amino acid sequences for rat and human synaptophysin». Nucleic Acids Res. 15 (22). 9607 páginas. PMC 306499Acessível livremente. PMID 3120152. doi:10.1093/nar/15.22.9607 
  3. Calhoun ME, Jucker M, Martin LJ, Thinakaran G, Price DL, Mouton PR (1996). «Comparative evaluation of synaptophysin-based methods for quantification of synapses». J. Neurocytol. 25 (12): 821–8. PMID 9023727. doi:10.1007/BF02284844 
  4. McMahon HT, Bolshakov VY, Janz R, Hammer RE, Siegelbaum SA, Südhof TC (1996). «Synaptophysin, a major synaptic vesicle protein, is not essential for neurotransmitter release». Proc. Natl. Acad. Sci. U.S.A. 93 (10): 4760–4. PMC 39352Acessível livremente. PMID 8643476. doi:10.1073/pnas.93.10.4760 
  5. Schmitt U, Tanimoto N, Seeliger M, Schaeffel F, Leube RE (2009). «Detection of behavioral alterations and learning deficits in mice lacking synaptophysin». Neuroscience. 162 (2): 234–43. PMID 19393300. doi:10.1016/j.neuroscience.2009.04.046 
Ícone de esboço Este artigo sobre proteínas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.