Sri Prem Baba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sri Prem Baba
Nome completo Janderson Fernandes
Nascimento 9 de novembro de 1965 (53 anos)
São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Principais trabalhos Tratamento espiritual

Sri Prem Baba (São Paulo, 09 de novembro de 1965) é um mestre espiritual brasileiro. Em sânscrito, “Sri” significa senhor, “Prem” amor divino e “Baba” pai espiritual[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Batizado na igreja católica como Janderson Fernandes, filho de uma família de classe média/baixa paulistana, cursou faculdade de psicologia no Centro Universitário Paulistano, na Vila Mariana, e atuou como massoterapeuta, instrutor de ioga, acupunturista e xamã[2]. Reconhecido aos 36 anos por seu guru, Maharaj Ji, na Índia, como mestre da ancestral linhagem Sachcha, Prem Baba tem atualmente milhares de discípulos espalhados por vários países[3]. É o primeiro brasileiro a dirigir um ashram na Índia[4].

É fundador do movimento global e instituto Awaken Love, criado em 2013 com o intuito de orientar as relações humanas para a paz e a prosperidade, desenvolvendo ações para despertar uma consciência social amorosa e colocar em prática valores como a honestidade, a autorresponsabilidade, a gentileza, a dedicação, o serviço e a beleza[5].

Em 8 e 9 de julho de 2017, foi realizado o terceiro Festival Ilumina, em Alto Paraíso de Goiás-GO. É um evento holístico, que reúne música, dança, meditação, vivências terapêuticas, saúde e bem-estar, praça de alimentação vegana, programação infantil e parque natural com trilha na mata e cachoeira, no coração do bioma cerrado. O propósito do evento é facilitar a integração do corpo, da mente e do espírito em um clima de paz e celebração, despertando a consciência ampla do amor.

Acusações de Abusos Sexuais[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de agosto de 2018, o guru foi acusado de abusar de discípulas casadas de sua comunidade de seguidores em São Paulo. Prem Baba admitiu ter mantido relações sexuais com duas mulheres, mas consentidas[6]. Ele fez um vídeo para explicar a história e para anunciar recolhimento.[7]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Propósito - A coragem de ser quem somos (2016)
  • Flor do Dia - Mensagens de amor e autoconhecimento (2016)
  • Amar e ser livre (2015)
  • Transformando o Sofrimento em Alegria (2014)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Isso existe (2016)[8]

Referências