Steven A. Cohen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Steven A. Cohen (circa 1956) é um bilionário estado-unidense que se tornou famoso ao fazer uma enorme fortuna com os seus investimentos na bolsa. Em 1992 Steven A. Cohen fundou o hedge fund estado-unidense SAC Capital Partners com sede em Stamford, o qual ainda é gerido por ele. É considerados um dos melhores e mais carismaticos investidores/gestores de hedge fund.[carece de fontes?]

Actualmente, Cohen vive em Greenwich (Connecticut), com a sua mulher e os seus cinco filhos.

Cohen é também conhecido como um dos maiores colecionadores de arte, sendo desde de 2002 considerado um dos 10 maiores investidores em arte.[carece de fontes?] É conhecida a sua paranoia pelo secretismo e poucas fotos dele são disponibilizadas, uma vez que Cohen comprou os direitos de publicação das suas fotos.

Em janeiro de 2014 o programa de jornalismo investigativo Frontline, da emissora educativa americana PBS, apontou Cohen como provável mentor de esquemas fraudulentos de compra e venda de ações com informação privilegiada em sua empresa SAC, estratégia criminosa conhecida como "insider trading". O programa informou que a SAC foi condenada a pagar uma multa de 1,8 bilhões de dólares pela prática, porém a legislação americana não permitiria a condenação de indivíduos como Cohen por negligência, na ausência de evidências claras e distintas de dolo.[1]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Frontline, PBS. To catch a trader. 7 de janeiro de 2014.