Tábua de Vênus de Ammisaduqa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tábua de Vênus de Ammisaduqa
Material Argila
Comprimento: 17,14 centímetros (6,75 in)

Largura: 9,2 cm (3,6 in) Espessura: 2,22 centímetros (0,87 in)

Descoberto (a) Kouyunjik

A Tábua de Vênus de Ammisaduqa são documentos antigos preservados pelo tempo que registravam observações astronômicas de Vênus. As tábuas datam do primeiro milênio da era comum e foram escritos em escrita cuneiforme. Acredita-se que esse registro astronômico tenha sido compilado durante o reinado do rei Ammisaduqa (ou Ammizaduga), o quarto governante depois de Hamurabi. Por isso, os estudiosos crêem que as origem do texto datam de meados do século XVII a.C.[1]

O documento registra os tempos da subida de Vênus e sua visibilidade no horizonte, antes ou depois do nascer e pôr do sol, sob a forma de datas lunares. As observações da tábua foram registradas durante um período de 21 anos.[2]

Referências

  1. Hobson, Russell. The Exact Transmission of Texts in the First Millenium B.C.E., Tese de PhD publicada. Departamento de Estudos Hebraicos, Bíblicos e Judaicos. Universidade de Sydney. 2009 PDF
  2. North, John David. Cosmos: an illustrated history of astronomy and cosmology., University of Chicago Press, 2008. p. 41. ISBN 0-226-59441-6