Tónus muscular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O tônus muscular(pt-BR) ou tónus(pt-PT?) (AO 1990) é o estado de tensão elástica (contração ligeira) que apresenta o músculo em repouso, e que permite iniciar a contração rapidamente após o impulso dos centros nervosos.[1] Num estado de relaxamento completo (sem tónus), o músculo levaria mais tempo a iniciar a contração.[2]

O tónus muscular pode apresentar-se alterado numa avaliação diagnóstica. Quando este estiver aumentado (musculatura rígida), denomina-se hipertonia e quando o tónus apresentar-se diminuido (musculatura flácida), denomina-se hipotonia.

É o estado parcial de contração de um músculo em repouso. Os músculos mantêm-se normalmente em um estado de contração parcial, o tónus muscular, que é causado pela estimulação nervosa, e é um processo inconsciente que mantém os músculos preparados para entrar em ação. Quando o nervo que estimula um músculo é cortado, este perde tónus e se torna flácido. Estados de tensão emocional podem aumentar o tónus muscular, causando a sensação física de tensão muscular. Nesta condição, gasta mais energia que o normal e isso causa a fadiga.[3]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.