MEO (operadora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TMN)
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
MEO
Razão social MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A.
Tipo Subsidiária
Slogan O mundo é MEO
Indústria Telecomunicações
Fundação 22 de março de 1991 (26 anos)
Sede Av. Fontes Pereira de Melo, 40 - Lisboa
Proprietário(s) Portugal Telecom
Presidente Cláudia Goya
Empregados Cerca de 11.000 (dados de 2016)
Clientes > 1.000.000 clientes[1]
Produtos Operador de Rede e Serviços de Telecomunicações Móveis e Fixas
Lucro Green up.png 331 milhões € (dados de 2013)
LAJIR Green up.png 647,6 milhões € (dados de 2006)
Faturamento Green up.png 1518,5 milhões € (dados de 2006)
Renda líquida Green up.png 215,6 milhões € (dados de 2006)
Website oficial www.meo.pt

A MEO (anteriormente denominada como PT Comunicações e TMN)[2] é uma empresa portuguesa de comunicações fixas, móveis, internet e portais, fundada a 18 de Setembro de 2000, do grupo Portugal Telecom, responsável pela gestão do serviço e marca comercial MEO, gestão de portais de internet, como o Portal SAPO, e também responsável pela gestão comercial da marca PT Empresas, virada para o segmento de PMEs, grandes empresas e governamental.

Empresa no mercado português, primeiro com uma rede analógica e mais tarde com uma rede digital GSM, lançou a 21 de abril de 2004 a terceira geração de telemóveis de tecnologia UMTS. Também detém uma licença para a prestação do serviço fixo de telefone por acesso indireto (que utiliza as redes da PT Comunicações e o prefixo 1096), que é atualmente comercializado como Fix Empresas.[3]

Está supostamente a crescer desde 1997, com mais de 7 milhões de clientes no segmento móvel, sendo uma das maiores neste segmento. Devido ao aumento gradual dos clientes, dispõe hoje de várias numerações com os prefixos 96 e 92

Esta empresa foi a primeira operadora do mundo a introduzir o conceito de cartões pré-pagos, ou seja, pagar as comunicações antes de estas serem feitas. A despesa vai sendo liquidada à medida das comunicações que se realizam (Voz, SMS, MMS, UMTS, etc.) tornando mais simples e coeso o processo de pagamento sem ter de recorrer a faturas - embora também disponibilize este método de pagamento (pós-pago).

Em janeiro de 2014, foi anunciado na imprensa que a Portugal Telecom acabou com a marca TMN. A operadora substituiu a marca móvel pela marca de televisão, internet e telefone- MEO[4].Tendo a TMN alterado a sua denominação social para MEO – Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A. Assim a nova MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia passa a gerir a marca comercial e serviço MEO, na vertente móvel (bandas largas, telemóveis, torres de telecomunicações móveis e cartões SIM.

Em janeiro de 2015, a PT Portugal funde a PT Comunicações com o MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia.

Em 2 de Junho de 2015, a PT Portugal detentora da MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia S.A. passou a ser uma subsidiária do Grupo Altice.

A 23 de maio de 2017, foi anunciado que a marca MEO, assim como a marca Portugal Telecom, irão desaparecer até ao segundo trimestre de 2018, passando ambas a designar-se "Altice", no âmbito de criação de uma marca única para todos os países onde a Altice está presente.[5]

Atualmente a operadora do grupo Altice oferece serviços móveis de internet (2G, 3G e 4G), chamadas, SMS e MMS.Em serviços fixos oferece serviço de televisão, internet e telefone nas tecnologias ADSL2+, Satélite e Fibra óptica.

Logotipo anterior da operadora.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]