TMN

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TMN
Tipo Subsidiária
Slogan Até já
Indústria Telecomunicações
Fundação 22 de março de 1991
Fundador(es) CTT
TLP
CPRM
Encerramento 27 de janeiro de 2014
Sede Avenida Fontes Pereira de Melo, Lisboa
Produtos Operador de rede e serviços de telecomunicações móveis e fixas
Sucessora(s) MEO

A Telecomunicações Móveis Nacionais, ou TMN, foi uma empresa portuguesa de comunicações fixas, móveis, internet e portais. Foi fundada em 22 de março de 1991, numa parceria entre os CTT, os TLP e a CPRM. Essas duas últimas seriam adquiridas pelo grupo Portugal Telecom, hoje controlado pela Altice Portugal.

Atuou no mercado português, primeiro com uma rede analógica e, mais tarde, com uma rede digital GSM. Em 21 de abril de 2004, iniciou as operações com a tecnologia UMTS. Também detinha licença para a prestação do serviço fixo de telefone por acesso indireto. Utilizando as redes da PT Comunicações, e o prefixo 1096, era comercializado como "Fix Empresas."[1]

Detinha mais de 7 milhões de clientes de serviço móvel, sendo uma das maiores neste segmento.[carece de fontes?] Dispunha de várias numerações com os prefixos 96 e 92.[carece de fontes?]

Foi a primeira operadora móvel do mundo a introduzir o conceito de cartões pré-pagos. A ideia veio de Margarida Cunha, então gerente de marketing da empresa. Nessa modalidade, o usuário paga, não pela assinatura básica do serviço, mas pelo tempo de uso, na forma de créditos. O primeiro cartão pré-pago do mundo chamava-se Mimo, e foi lançado no dia 7 de setembro de 1995.[2]

Em janeiro de 2014, a Portugal Telecom decidiu extinguir a marca TMN, que era associada à telefonia móvel, em favor da marca MEO, que era associada a serviços fixos de televisão, internet e telefone.[3]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]