Tail Concerto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Tail Concerto é um jogo eletrônico do gênero Ação/Aventura, em estilo anime, desenvolvido pela CyberConnect2 para o Playstation. Foi publicado pela Bandai no Japão, em 1998, e, também pela Atlus, nos Estados Unidos em 1999. Existe um jogo com mesmos personagens para o Nintendo DS chamado Solatorobo.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A história do jogo se passa em torno de Waffle Ryebread, um cachorro policial, que vive em um mundo onde todas as cidades são "ilhas aéreas", por isso, ele sempre viaja em um tipo de mini dirigível onde ele encaixa seu robô policial - o robô que usa para seu trabalho de Oficial. Esse mundo também é separado por raças: Os DogPeoples - raça dominante e literalmente os cachorros, e, os CatPeoples - raça inferior e literalmente os gatos.Isto ocorreu nos eventos antes do jogo, onde as duas raças lutaram em uma guerra por disputa de território. Obviamente a vitória foi dos DogPeoples.

Waffle é um dos que não concordam com a idéia de que os DogPeoples e CatPeoples não possam viver em harmonia, já que na sua infância possuía uma amiga gata e que sempre se deram muito bem, porém ela está desaparecida. Ao começo do jogo, após ter um sonho flashback de uma cena de sua infância, Waffle é mandado para resolver os problemas causados pela gangue dos BlackCats. Essa gangue é composta por três gatas chamadas Flare, Stare e Alicia - líderes, e, outros muitos gatinhos menores, que estão bombardeando a cidade em busca de algo. O objetivo delas é conseguir os 5 cristais mágicos das lendas para da-los para um gato maligno chamado Fool. O que elas não sabem é das verdadeiras intenções de Fool, que em troca dos 5 cristais, supostamente prometeu criar uma cidade apenas para os CatPeoples e assim, viverem como os DogPeoples. Entretanto, ao desenrolar da história, Waffle descobre que Alicia é na verdade sua amiga de infância, e que ela inclusive ainda possuí um colar com um cristal azul na ponta - presente dado por Waffle ainda na infância.

Por mais que a gangue dos BlackCats tenha tentado pegar os 4 cristais, Waffle obteve sucesso em pega-los antes em todas as vezes. Mas em um dia, Waffle por ainda confiar na amiga, e, acreditar que as intenções dos BlackCats não são mais ruins, permite que elas descansem em sua casa por uma noite. Porém para a surpresa de Waffle, Alicia volta atrás e rouba todos os cristais de Waffle enquanto o mesmo dormia. Waffle acorda e percebe o barulho de Alicia saindo. Rapidamente ele vai atrás dela, onde ele se depara com Fool, e descobre a ligação dele com os BlackCats. Alicia entrega a Fool 4 cristais, acreditando serem todos. Mas Fool diz que ainda falta um: O colar dela, dado por Waffle.

Apesar de Alicia ter recusado entrega-lo, revelando ainda sentir algo por Waffle, Fool o toma da mesma forma, e, com os 5 cristais ele revive algo que se acreditava existir apenas em lendas, o Iron Giant, ou literalmente, Gigante de Ferro. Este ser lendário teria devastado o mundo no passado, e, agora, acreditando poder controla-lo e usá-lo para dominar o mundo, Fool o revive, porém não consegue controlar a criatura que fora de controle, ataca Fool e a tudo e a todos. Alicia na tentativa desesperada de recuperar seu colar, entra direto na boca do imenso monstro, e, Waffle, preocupado, a segue.

Ao fim de tudo, Waffle consegue derrotar o Gigante retirando os 5 cristais que estavam lacrados dentro dele, e o Gigante "morre" e se desmonta, deixando suas partes para sempre no fundo do oceano. Pelo ato heróico, Waffle é elogiado pelo Rei e por Terria, A Princesa de Praire - Reino onde vivem. Esta princesa já foi sequestrada pelos BlackCats, e, salva por Waffle.

Tudo em paz agora, e, Waffle consegue provar que CatPeoples e DogPeoples podem viver em harmonia. E finalmente ele recupera sua amizade com Alicia, apesar que esta parece sentir algo mais pelo Oficial Waffle. Assim, nunca mais houve ataques dos BlackCats, e, Fool parece ter finalmente ido para a cadeia, deixando tudo em paz novamente.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Um dos pontos fortes do jogo. Waffle pilotando seu Robô Policial, pode fazer diversos movimentos como correr, pular, agarrar diversos itens, objetos e inimigos, e também possui uma arma que atira bolhas, usada para prender os gatinhos da gangue dos BlackCats para depois captura-los mais facilmente, ou para destruir armas e outras bugigangas usadas pelos mesmos. Em algumas fases Waffle ainda pode se pendurar, escalar e saltar de um pilar ao outro, dando uma grande variedade de movimentos que deixam o jogo bem divertido.

Outra característica a se lembrar, é a grande ausência de "muros invisíveis", comum em grande parte dos jogos do gênero em 3D, que são lugares em que literalmente um muro invisível lhe impede de alcançar. Por causa disso também, é comum cair dos cenários muitas vezes, pelo fato da história se passar em pedaços de continente no céu. Mas cair não quer dizer fim de jogo, apenas perda de parte da energia vital do personagem, que pode ser recuperada através de itens como ossinhos de cachorro, ração... E há também como encontrar apitos que são os "continues" do jogo. Quando o robô quebrar (quer dizer que perdeu toda sua energia vital) é só usar um desses para que o Robô Policial seja consertado e você pode continuar o jogo novamente.

Ao decorrer da história também é possível ganhar itens como JetPack, que permite que o robô de Waffle voe livremente pelo céu, porém, infelizmente este item só pode ser usado em uma área específica. E também no final do jogo, a arma de atirar bolhas do Robô de Waffle é mudada para uma arma que atira tiros de energia mesmo, mas só pode ser usada lá na área do chefe final mesmo.

Outras coisas no jogo[editar | editar código-fonte]

O jogo possui animações em tempo real, que são as que ocorrem no jogo mesmo, usando os próprios modelos de personagem do jogo, acompanhada de muitos trechos dublados e com imagens que variam as expressões dos personagens. Tudo em estilo anime muito bem trabalhadas e dando aquele ar "cute" clássicos dos animes. Há também animações em vídeo animadas de verdade, como um anime, e, essas são as melhores cenas que se pode ver no jogo, toda a animação é muito bem feita com boas frames por segundo, cores, e, traços da melhor qualidade.

Som e música[editar | editar código-fonte]

A canção de abertura da versão japonesa do jogo "For Little Tail", é totalmente cantada, e a performance é feita por KOKIA, uma cantora do Japão famosa por cantar canções temas de animes e games como Brain Powerd.

A canção de abertura da versão Americana é uma composição instrumental original.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]