Taktikon Uspensky

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros manuais bizantinos, veja Tactica.

O Taktikon Uspensky (ou Uspenskij) é o nome convencional comum de uma lista de meados do século IX escrita em grego com os postos civis, militares e eclesiásticos do Império Bizantino e da sua precedência na corte imperial. Nicolas Oikonomides datou a obra de 842-843,[1] o que faz dela o mais antigo duma série de documentos semelhantes (taktika), que sobreviveram até à atualidade e que datam dos séculos IX e X.[2] A obra deve o seu nome ao bizantinista russo Fyodor Uspensky (1845 1928), que a descobriu no final do século XIX num manuscrito (codex Hierosolymitanus gr. 39) na biblioteca do Patriarcado Grego Ortodoxo de Jerusalém, que também contém uma parte do Cletorológio de Filoteu, um taktikon mais tardio.[3]

Referências

  1. Oikonomides 1972, p. 41.
  2. Kazhdan 1991, p. 2007.
  3. Bury 1911, p. 10; 12.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bury, John B. (1911). The Imperial Administrative System of the Ninth Century: With a Revised Text of the Kletorologion of Philotheos (em inglês). Londres: Oxford University Press 
  • Oikonomides, Nicolas (1972). Les listes de préséance byzantines des IXe et Xe siècles (em francês). Paris: Editions du Centre National de la Recherche Scientifique. ISBN 0-19-504652-8